Login

Imagem ilustrativa da capa de fundo do colunista Kleber Amorim

Plenário

Imagem do colunista Kleber Amorim

Kleber Amorim

“Moro é corrupto como seu ex-chefe”, diz Ciro Gomes a capixabas

01/12/2021 18:12:14 min. de leitura

Imagem ilustrativa da imagem “Moro é corrupto como seu ex-chefe”, diz Ciro Gomes a capixabas
Ciro Gomes, presidenciável pelo PDT Foto: Divulgação
 

Esperado no Espírito Santo nos próximos dias 10 e 11, onde se encontrará com o governador Renato Casagrande (PSB) no primeiro dia e participará da convenção regional do PDT no segundo, o ex-ministro e pré-candidato à Presidência, Ciro Gomes, afirmou em entrevista exclusiva para a coluna Plenário, do Tribuna Online, que “Sergio Moro (Podemos) é corrupto como seu ex-chefe”, o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL). 

Para Ciro Gomes, estão tentando empacotar Moro como um político que nega a política. “Moro representa o bolsonarismo sem o Bolsonaro. Ele representa os mesmos valores de Bolsonaro, com o agravante de ter usado o cargo de juiz para fazer política. Moro é corrupto, como seu ex-chefe. Isso ficará cada vez mais claro no debate”, disparou Ciro. 

O pré-candidato à Presidência do PDT ainda questionou o que o ex-juiz conhece do Brasil, quais seriam seus projetos e propostas para o País. “Tenho desafiado ele para um debate sério, mas aparentemente ele não tem coragem”, afirmou.

Ciro Gomes e Sergio Moro são considerados por especialistas como os nomes mais fortes da chamada terceira via para 2022, situada entre Lula (PT) e Bolsonaro, sendo o ex-juiz apontado como aquele que supostamente tomaria eleitores do pedetista. Mas há também quem acredita em uma queda na popularidade de Moro após o frisson inicial de sua filiação ao Podemos. 

O pré-candidato, diante de especulações de que ele estaria desistindo de concorrer, contou que a candidatura dele está “firme na luta pelo Brasil”.

Ele, porém, nega se identificar com o que chamam de  terceira via. 

“O que temos no Brasil são pré-candidaturas que representam um mesmo modelo econômico e de governança política, com nomes que estão desgastados por inúmeros escândalos, como é o caso de Lula, Bolsonaro, Moro, etc. Eu apresento um projeto, com começo, meio e fim, e uma vida honrada de mais de 40 anos de vida pública sem ter sofrido qualquer processo por corrupção”, conta.

Imagem ilustrativa da imagem “Moro é corrupto como seu ex-chefe”, diz Ciro Gomes a capixabas
Ciro: "O que temos no Brasil são pré-candidaturas que representam um mesmo modelo econômico e de governança política" Foto: Roberto Casimiro / Fotoarena / Estadão Conteúdo
 

Encontro com o governador

Sobre o encontro com o governador Renato Casagrande, Ciro Gomes explicou que o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, está tratando da agenda. 

“Tenho muita amizade e carinho pelo governador Renato Casagrande. Se nos encontrarmos, será uma grande alegria”, disse.

Em relação às conversas com outros partidos visando apoios em torno de sua candidatura, inclusive, com o PSB do governador capixaba, Ciro se lembrou da aliança em 2020 que envolveu os dois partidos, mais Rede e PV, o que segundo ele gerou muitos frutos, “elegendo centenas de prefeitos e prefeitas, sendo seis em capitais”.

“O PSB conta com grandes nomes, tem uma história de muitas conquistas e certamente compreenderá, ao seu tempo, qual deverá ser seu papel na luta para livrar o Brasil de uma polarização odienta”, concluiu.

Plenário entrou em contato com a assessoria de imprensa de Moro, que informou que ele não vai comentar as manifestações de Ciro.

A coluna também entrou em contato com a assessoria do presidente Bolsonaro e de Lula e ainda não obteve retorno. Caso ainda tenha, fará a atualização aqui.