Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Plenário

Plenário

Colunista

Kleber Amorim

Luciano Rezende exonera vice-prefeito da Secretaria de Obras

| 31/01/2020, 09:03 09:03 h | Atualizado em 31/01/2020, 14:54

Luciano Rezende
Luciano Rezende |  Foto: Beto Morais/ AT/ 22/08/2018

Um dia após o vice-prefeito de Vitória, Sérgio Sá (PSB), se inscrever no livro de candidatura para disputar a vaga de pré-candidato a prefeito do partido, ele foi exonerado do comando da Secretaria de Habitação e Obras da capital.

A exoneração foi publicada na manhã desta sexta-feira (31), no Diário Oficial do município. Sérgio acumulava a vice com a pasta, que comandava há mais de 14 anos. Em seu lugar, interinamente, vai responder o subsecretário da Central de Serviços, Weverton Santos Moraes.

Questionado sobre o motivo da exoneração, o prefeito Luciano Rezende (Cidadania) respondeu com uma nota: “A manutençao do comando e unidade do governo é fundamental para nós mantermos a nossa conhecida e excelente qualidade na prestação de serviços à população. Todas as vezes que tiver que mudar a equipe para que isso seja garantido, fiz e farei até o último dia de governo.”

Luciano também foi questionado se haveria mais demissões de quadros do PSB e quem assumiria a pasta definitivamente, mas ele não respondeu. Nos bastidores, a conversa é que o prefeito se sentiu desrespeitado.

A Coluna Plenário de ontem (30) noticiou que o clima entre o PSB e o Cidadania estava a um passo do rompimento. O Cidadania se sente traído pelo PSB, seu aliado de primeira hora, porque o ninho socialista abriu consulta prévia para definir quem será o pré-candidato a prefeito de Vitória pela sigla. Na Coluna Plenário de hoje, o presidente do PSB de Vitória, Juarez Vieira, reafirma a intenção e disse que nada impediria de os dois partidos caminharem juntos no segundo turno.

O Cidadania e o prefeito já têm candidato e já o lançaram: é o presidente do partido e deputado estadual Fabrício Gandini, que esperava apoio do PSB para a disputa.

Nos bastidores havia a intenção de reduzir o espaço do PSB na Prefeitura de Vitória se principalmente o vice-prefeito se colocasse como pré-candidato. Ontem, ao final da manhã, Sérgio se inscreveu para as prévias. Para a coluna, ele disse que só iria deixar a Secretaria de Obras na época da descompatibilização, em abril.

MATÉRIAS RELACIONADAS