Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Plenário

Colunista

Plenário

“Lamentável ouvir isso no século 21”

| 09/03/2021, 08:35 08:35 h | Atualizado em 09/03/2021, 14:41

Vários órgãos públicos homenagearam ontem as servidoras e políticas pelo Dia Internacional da Mulher. Mas, na Câmara de Vitória, um episódio causou turbulências no dia.

As vereadoras Karla Coser e Camila Valadão presidiam a 1ª parte da sessão, quando foram interrompidas pelo vereador Gilvan da Federal questionando a roupa – mais precisamente uma blusa vermelha – usada por Camila, que deixava um ombro à mostra. “A vereadora não está com traje formal na sessão. Quem quer respeito, se dá ao respeito”, disse Gilvan.

A fala causou perplexidade em alguns colegas de plenário e até em quem já está acostumada a combater a violência doméstica, como a gerente de Proteção à Mulher da Sesp, delegada Michelle Meira. “Lamentável ouvir isso no século 21 e no Dia das Mulheres. Vemos bastante isso (a frase sobre respeito) nos crimes sexuais, usando a roupa da mulher para justificar os ataques”, disse a delegada, que lançou ontem o aplicativo SOS Marias, muito bem-vestida e com os ombros de fora.

Regimento não proíbe
O regimento da Câmara de Vitória não proíbe o uso, por parte das mulheres, de blusa com um ombro só. Os artigos 376 e 435 dizem apenas que os vereadores devem estar formalmente trajados ou com trajes adequados. Não é a 1ª vez que as duas vereadoras são alvos de hostilidades na Casa, sem que haja nenhuma intervenção da presidência.

Nova procuradora
A deputada Iriny Lopes foi eleita ontem, em chapa única, procuradora da mulher da Assembleia Legislativa, conforme já havia antecipado a coluna. Ela ocupa o lugar que era da deputada Janete de Sá, que ficou agora na 2ª Procuradoria Adjunta. A deputada Raquel Lessa está como 1ª procuradora adjunta. Janete fez um discurso sobre seu tempo à frente do posto.

Imagem ilustrativa da imagem “Lamentável ouvir isso no século 21”
Haja canela!
Dos sete elevadores da Assembleia Legislativa, cinco foram desligados, ontem, por motivos de segurança. Segundo a assessoria da Ales, “as fortes chuvas dos últimos dias ocasionaram um excesso de volume de água nos fossos, inviabilizando o funcionamento seguro dos elevadores”.

“Só dois ministérios funcionam”
O deputado federal Felipe Rigoni, que tem tecido mais críticas do que elogios ao governo federal, disse que atualmente somente dois ministérios funcionam. “Agricultura e Infraestrutura funcionam bem, mas só os dois”. Rigoni também disse ter notado uma escalada autoritária do governo “crescente e problemática”. “A ideia original de que seria um governo liberal passou faz tempo.”

MDB expulsa Marcelino e Zé Esmeraldo
A Executiva nacional do MDB expulsou o deputado Zé Esmeraldo e o ex-deputado Marcelino Fraga do partido. A decisão veio após processo que correu na Comissão Ética do MDB que acusou os dois de invadir e ocupar a sede estadual do partido, de ameaçar e ofender funcionários e membros das direções estadual e nacional, de fazer intimidações, pressões e retaliações aos delegados da legenda. O pano de fundo é a briga, desde 2018, pelo comando do MDB-ES.

Galeria

O que diz Marcelino...
O ex-deputado Marcelino Fraga disse que vai à Justiça para permanecer no MDB. “Lamentável que alguém com uma história nesse partido tenha sido desrespeitado e agredido dessa forma por ter lutado pela eleição”.

O que diz Esmeraldo...
“Ação autoritária, antidemocrática e covarde. Quem deveria ser expulso do partido é essa corja do MDB que manda e desmanda no diretório regional”, do deputado Esmeraldo.

Revolução dos ombros
A Prefeitura de Vitória fez ontem um evento para celebrar o Dia da Mulher, organizado pela vice-prefeita, Capitã Estéfane, muito bem-vestida num conjunto de saia e blusa que também deixava os ombros de fora.

Estreia
O deputado Marcos Garcia estreou ontem como vice-líder do governo.

MATÉRIAS RELACIONADAS