Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Plenário

Plenário

Colunista

Kleber Amorim

Jaqueline à Câmara e Lenise à Ales?

| 08/03/2021, 08:09 08:09 h | Atualizado em 08/03/2021, 08:22

A vice-governadora Jaqueline Moraes (PSB) e a nova secretária de Turismo, Lenise Loureiro (Cidadania), devem enfrentar as urnas no ano que vem. Ao menos essa é a aposta da cúpula do Palácio Anchieta e um dos motivos para algumas mudanças que o governador tem feito no secretariado.

Se disputar, Jaqueline deve ser candidata a uma vaga na Câmara Federal. “Já é um pouco de tradição, os vices disputarem a Câmara Federal. Mas depende de como estará o cenário eleitoral. Se o partido precisar de mim, estou à disposição”.

Migrar da Secretaria de Recursos Humanos para a de Turismo dará a Lenise mais visibilidade, principalmente porque começará a rodar o Estado. Mas ela ainda não definiu se irá participar do processo eleitoral. “Se eu me candidatar será à deputada estadual”, disse Lenise, sem dar detalhes, alegando que não trataria agora do assunto por estar num “novo desafio”.

Sequelas da Covid
A deputada Iriny Lopes disse, disse, na sessão da Assembleia, que tem enfrentado sequelas após ter se curado da Covid-19. Ela disse ter sentido falta de ar, dor nas pernas, dor nas costas, dificuldade de respirar e cansaço. Ela não é a única. A deputada Janete de Sá, que chegou a ser internada na UTI, já relatou lapsos de memória e queda de cabelo.

Poder de decisão
Será votado amanhã no Senado projeto de resolução que abre um assento no Colégio de Líderes da Casa para uma representante da bancada feminina. O projeto foi acertado com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, e a 1ª a ocupar a cadeira é a senadora Simone Tebet. Ela terá as mesmas prerrogativas dos líderes partidários e de blocos.

Imagem ilustrativa da imagem Jaqueline à Câmara e Lenise à Ales?
Homenagem merecida
Após pedido da senadora Rose de Freitas, o Senado faz hoje uma sessão de homenagem às mulheres brasileiras, lembrando das que são vítimas de violência e também daquelas que estão na linha de frente no combate à Covid. “Precisamos homenagear essas mulheres brasileiras”, disse Rose.

Pacto e centro em Cariacica
O prefeito de Cariacica, Euclério Sampaio, e a secretária de Direitos Humanos do Estado, Nara Borgo, assinaram o pacto de enfrentamento à violência contra a mulher em Cariacica. Também levou a proposta para o Centro de Referência da Juventude. É promessa de campanha de Euclério também criar o Centro de Referência da Mulher, para atender as que se encontram em vulnerabilidade e risco.

Vereadora chama a atenção para violência política
Numa live realizada pela Justiça Federal com a juíza Cristiane Conde, com a vice-governadora, Jaqueline Moraes, e a vereadora de Vitória Camila Valadão, as três abordaram a situação da mulher na política e Camila chamou a atenção para a violência política com viés de gênero. Citou casos de parlamentares ameaçadas país afora e a necessidade de combater o preconceito e a violência. O Estado tem 87 vereadoras, mas só sete presidem as câmaras.

Galeria

Reforço de peso
Como tem puxado a agenda de mulheres na política para o seu gabinete, a vice-governadora vai atuar mais próxima das vereadoras da capital.

Rede de proteção
Enfrentamento da violência contra a mulher será o tema de lives que a Secretaria de Cidadania de Vitória vai realizar durante a semana. Sob a coordenação da secretária Neuzinha de Oliveira, a live que abre a programação, amanhã, é com a delegada Juliana Saadeh. As lives vão até 5ª.

Recursos para a saúde
O Hospital Evangélico de Cachoeiro recebeu R$ 1,5 milhão de recursos da emenda da deputada Norma Ayub.

Distribuição gratuita
Projeto da deputada federal Lauriete Rodrigues prevê a distribuição gratuita de absorventes, principalmente em escolas e universidades públicas, para famílias carentes.

Todo dia é dia delas
Por mais respeito e por menos violência contra as mulheres brasileiras.

MATÉRIAS RELACIONADAS