Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Plenário

Plenário

Colunista

Kleber Amorim

Embate em Orçamento da Serra

| 09/12/2019, 15:33 15:33 h | Atualizado em 09/12/2019, 15:38

Câmara da Serra: vencimentos continuam sendo pagos até decisão sobre retorno ou afastamento definitivo
Câmara da Serra: vencimentos continuam sendo pagos até decisão sobre retorno ou afastamento definitivo |  Foto: Leone Iglesias - 19/08/2018

Ainda não há consenso, entre os vereadores e a Prefeitura da Serra, para a votação do Orçamento que chegou à Câmara no dia 15 de outubro. Amanhã termina o prazo para os vereadores apresentarem emendas à peça de R$ 1,7 bilhão na Comissão de Finanças e é justamente aí que está o imbróglio.

A Câmara da Serra aprovou a lei das emendas impositivas, ou seja, o prefeito é obrigado a executar na íntegra as emendas parlamentares indicadas pelos vereadores ao Orçamento. O valor é de R$ 565 mil cada, mas a prefeitura não concorda.

“Até R$ 400 mil, a prefeitura tem como executar”, disse o líder do prefeito na Câmara, Luiz Carlos Moreira. Segundo ele, por se tratar de ano eleitoral (2020), os vereadores não querem abrir mão do valor integral e estariam dispostos a mexer na peça orçamentária para fazer pressão. Há uma proposta de reduzir a autonomia do prefeito no uso do Orçamento.

De 25% para 5%

Hoje, o prefeito da Serra tem autonomia de poder mexer em até 25% do Orçamento. Mas há uma proposta na Comissão de Finanças de reduzir esse valor para 5%. “A tendência da Comissão de Finanças é manter os 25% desde que se cumpra as emendas”, disse o presidente da Comissão e relator da peça orçamentária, vereador Basílio da Saúde.

Santa Teresa: disputa

O ex-vereador e advogado Waldyr Loureiro se filiou ao PMN, na semana passada, e é o nome do partido para a disputa a prefeito em Santa Teresa.

Loureiro é de família tradicional na política da região. “Ele tem um trabalho social importante, além de já ter sido vereador, fato que demonstra seu compromisso”, disse a presidente do PMN, deputada Janete de Sá.

Crimes com bikes alugadas na mira da Ales

A Comissão de Segurança da Assembleia vai ouvir hoje a gerente de Relações Governamentais da Grow Mobi – responsável pelas bicicletas compartilhadas Yellow –, Fernanda Laranja, e o tenente-coronel do 1° Batalhão (Vitória) da PM Márcio Franco Borges.

Os deputados querem apurar delitos praticados com bicicletas que são locadas por meio de aplicativo.

Um reino dividido...

Os dois grupos de direita que marcaram ontem manifestação – para o mesmo horário e mesmo local de concentração – não se entendiam. Um dos grupos, liderado pela Direita Espírito Santo, fazia questão de dizer que não tinha ligação nenhuma com o outro, que contava com integrantes do PSL.

Erick e Davi definem hoje votação de projeto

O chefe da Casa Civil, Davi Diniz, vai definir hoje cedo com o presidente da Assembleia, Erick Musso, sobre o envio do projeto do governo que trata da transição de regime previdenciário para os servidores estaduais. O projeto estava marcado para ser lido na Casa na última segunda-feira e votado em urgência até a última quarta-feira, mas por conta dos desgastes com a eleição antecipada da Assembleia e a mudança na liderança, foi adiado.

Galeria

Agora vai?

Após ser adiado por conta das chuvas, o PV de Vitória faz na próxima quarta-feira o “Caldo Verde com Política” no Nest Coworking, às 19h. Dia de debate e filiações.

Por onde anda?

Por onde anda a ex-presidente da Câmara da Serra Neidia Pimentel que foi afastada em abril de 2018 e condenada por rachid em setembro?

Combate ao feminicídio

Entrou em vigor a lei que cria a Semana Estadual de Prevenção e Combate ao Feminicídio. Ocorrerá sempre na 4ª semana de novembro, em alusão ao Dia Internacional de Não Violência Contra a Mulher (25).

Previdência na agenda

O Tribunal de Contas faz na próxima quarta-feira, a partir das 9h30, uma série de palestras sobre a agenda previdenciária. Um dos palestrantes será o auditor fiscal Delúbio Silva, que atua no Ministério da Economia. Vai falar sobre as novas regras em estados e municípios.

MATÉRIAS RELACIONADAS