Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Plenário

Plenário

Colunista

Kleber Amorim

CPI para investigar fake news

| 11/02/2020, 08:18 08:18 h | Atualizado em 11/02/2020, 08:28

O deputado Euclério Sampaio protocolou ontem, com o apoio de outros 19 deputados, a criação de uma CPI para investigar a divulgação de notícias falsas, as chamadas fake news, “especialmente contra autoridades do Estado e pré-candidatos e candidatos em favor de outros candidatos”.

“São muitas mentiras, ataques, até sobre a saúde das pessoas e o coronavírus. Vamos investigar”, justificou Euclério. A CPI também foi citada pelo líder do governo, Eustáquio de Freitas, durante reunião da Comissão de Segurança, ontem.

Durante o evento, dirigentes de associações e sindicatos policiais se revezaram na tribuna para cobrar valorização salarial às categorias e alguns também citaram o compartilhamento de fake news que, segundo tem acompanhado a coluna, tem se intensificado desde o período das chuvas. A CPI, se aprovada, terá cinco membros e 90 dias para os trabalhos.

Dez de fora
Dez parlamentares não assinaram a criação da CPI das Fake News. Alguns por não estarem presentes quando Euclério Sampaio recolheu as assinaturas, e outros porque não quiseram. São eles: Vandinho Leite, Lorenzo Pazolini, Capitão Assumção, Danilo Bahiense, Torino Marques, Janete de Sá, Erick Musso, Zé Esmeraldo, Sergio Majeski e Iriny Lopes.

Galerias lotadas
Cerca de mil pessoas – segundo estimativas do presidente da Assembleia, Erick Musso –, estiveram na Casa ontem acompanhando a Comissão de Segurança. Os crachás de identificação se esgotaram e a passagem dos policiais foi liberada. As duas galerias lotaram, o que prejudicou a climatização e o som. Maioria acompanhou a reunião pelo celular.

Arte, cultura e política
Um dia depois de o documentário brasileiro “Democracia em Vertigem” perder o Oscar, o ministro do STF Luiz Fux, em palestra no Palácio Anchieta para exemplificar a teoria dos jogos no Direito, usou como exemplo a série “O Mecanismo”, que retrata os bastidores da Operação Lava a Jato.

Pros convida Lauriete

O presidente do Pros no Estado, o ex-deputado Sandro Locutor, convidou a deputada federal Lauriete Rodrigues para se filiar ao partido. “Eu a convidei pessoalmente, mas ela ainda não aceitou”.

Lauriete é filiada ao PL, mas já está com um pé na porta. Ela entrou com uma ação na Justiça para poder deixar o partido – presidido no Estado pelo seu ex-marido, Magno Malta – sem perder o mandato.

DEM, PMN e Patriota juntos em Vitória
Os partidos DEM, PMN e Patriota fazem no próximo dia 7 um encontro na Câmara de Vitória. Vão debater projetos para a capital, com a presença dos presidentes estaduais das três siglas, como a família Ferraço – deputados Theodorico (estadual) e Norma Ayub (federal), do DEM –, e os deputados Janete de Sá, presidente do PMN; e Rafael Favatto, que comanda o Patriota. O presidente da Câmara, Cleber Felix, que está indo para o DEM, também participa.

Galeria

Roupa suja no grupo
O vereador de Vitória Luiz Paulo Amorim disse que irá processar uma moradora do bairro Itararé após a mulher supostamente ter divulgado uma fake news num grupo de WhatsApp. Assessoria do parlamentar disse que ele já buscou advogado.

Secretário convocado
A Câmara de Vitória aprovou requerimento do vereador Max da Mata para convocar o secretário de Segurança de Vitória, Fronzio Calheira, para prestar esclarecimentos sobre os blocos clandestinos, tráfico e uso de drogas na cidade. A convocação está marcada para hoje, às 16h.

O que será que será
O presidente do MDB-ES, Lelo Coimbra, ainda não sabe se o partido terá candidato próprio ou se apoiará alguém em Vitória. “Estamos conversando com todo mundo”, disse Lelo.

Coleta na capital secreta
A coleta de assinaturas para a criação do Aliança pelo Brasil vai a Cachoeiro no próximo dia 20.

MATÉRIAS RELACIONADAS