Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Plenário

Plenário

Colunista

Aliados em times opostos

| 22/08/2021, 14:44 14:44 h | Atualizado em 22/08/2021, 14:48

Projeto Indicativo na Câmara da Serra com objetivo de criar o Programa Bolsa Atleta, no município, colocou em times opostos o vereador Artur Costa (SDD), que é da base aliada do Executivo, e o vice-prefeito Thiago Carreiro (PDT), que comanda as secretarias de Turismo, Cultura, e Esporte e Lazer.

Carreiro teria colocado em um relatório que a proposta do parlamentar seria “desnecessária”, o que não foi bem digerido. Arthur não aceitou o parecer do vice-prefeito e disse que o mesmo foi feito sem conhecimento técnico.

“Turismo, Cultura e Esportes são três segmentos distintos e merecem atenção especial. O parecer do vice-prefeito, no exercício de secretário absoluto, foi sem conhecimento técnico, já que não tem formação suficiente sobre o desenvolvimento do esporte na Serra, por justamente acumular pastas distintas. Recebi um relatório extremamente político”, disse.

Reformulação da lei
A Secretaria de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer da Serra (Setur) diz que iniciou a gestão com a Lei de Incentivo ao Esporte paralisada desde 2016 e com problemas de prestação de contas desde 2013. “Ela é antiga e voltada apenas para o futebol. Foi iniciado processo de modernização do instrumento, com base nas melhores práticas existentes no País”.

Resposta ao vereador
Em relação ao vereador Artur Costa reclamar do parecer do vice-prefeito, a Setur, comandada por Thiago Carreiro, disse que a resposta ao parlamentar foi jurídica, informando que será submetido à consideração da Câmara um Projeto de Lei. “O mesmo dispõe sobre o incentivo ao atleta amador, olímpico e paraolímpico de alto rendimento”, disse.

Representação do MPC
O Ministério Público de Contas representou contra o ex-prefeito de Cariacica, Juninho, por conceder recomposição salarial de 5% ao magistério em 2020, e compensação adicional de 3,49% sobre salário de estatutários, o que não poderia por conta da calamidade pública na cidade devido à covid.

Fruticultura
O Espírito Santo deverá contar até 2022 com a instalação de dois polos de fruticultura. Um será na região do Caparaó, e outro nas regiões Norte e Noroeste.

Os trabalhos no Caparaó capixaba já estão em andamento, contando com recursos na ordem de R$ 4 milhões que foram articulados pela senadora Rose de Freitas (MDB). Outros R$ 4 milhões deverão ser investidos na instalação do projeto do Norte e Noroeste do Espírito Santo.

Trecho de rodovia no Norte será estadual
O governo protocolou na Assembleia Projeto de Lei que visa estadualizar o trecho que liga o trevo da Rodovia ES-357 (estrada vicinal) ao portão de acesso ao Terminal de Cargas de Colatina.

A proposta terá parecer das comissões de Justiça, Mobilidade Urbana e Finanças antes de ser votada pelo plenário, possivelmente nesta semana. Segundo o Palácio Anchieta, a proposta é resultado de solicitação do deputado Renzo Vasconcelos (PP) ao DER-ES.


Galeria


Primeira infância
O governo deve anunciar até outubro o plano estadual pela Primeira Infância. Atualmente, 24 municípios estão desenvolvendo ações iniciais, em trabalho integrado com a Secretaria de Estado do Trabalho e Assistência Social. Outras 30 cidades estão em processo de adesão, segundo o deputado Bruno Lamas (PSB).

Reuniões em comissões
Estão marcadas para a partir de amanhã, nove reuniões nas comissões permanentes da Assembleia.

Odontólogos na Saúde
Um dos temas a serem debatidos será na Comissão da Saúde sobre a importância da inclusão dos odontólogos nos hospitais capixabas.

Agosto azul e vermelho
Com o objetivo de combater doenças que afetam a integridade dos vasos sanguíneos e a circulação do sangue como aneurisma e trombose, o deputado Hércules Silveira (MDB) propôs a instituição do Agosto Azul e Vermelho como o mês de conscientização sobre a saúde vascular.

MATÉRIAS RELACIONADAS