Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Mundo Digital

Mundo Digital

Colunista

Eduardo Pinheiro

Internauta ganha ferramenta no combate aos golpes online

| 12/09/2021, 16:21 16:21 h | Atualizado em 12/09/2021, 16:22

Com os recentes megavazamentos de dados pessoais e a crescente onda de golpes online, o internauta ganha uma poderosa ferramenta para se prevenir e se informar a respeito de vazamentos de seus dados pessoais e e-mails. Trata-se do Observatório dos Crimes Cibernéticos (OCC), uma organização sem fins lucrativos, que reuniu em uma plataforma online vários serviços de informações para o usuário, sobre fraudes e golpes praticados na internet.

O Observatório dos Crimes Cibernéticos registra, cataloga e investiga as fraudes praticadas na internet, com o objetivo de alertar a sociedade, prevenir novos crimes e mobilizar esforços para a punição dos golpistas.

Essa iniciativa, inédita no Brasil, conta com a colaboração dos maiores especialistas em crimes cibernéticos do País e promete se tornar uma referência para os usuários, na verificação do uso indevido (e criminoso) dos seus dados pessoais.

O OCC tem como objetivo principal centralizar, em um único fórum de consulta, todas as informações relevantes relacionadas a crimes cibernéticos, em todas as modalidades. Dessa forma, contribui para que a sociedade possa se proteger e se informar sobre a constante evolução das fraudes digitais.

O portal está dividido em três tipos de assuntos que facilitam a busca de informações, por parte do internauta.

  1.   Vazamento de dados – Nessa seção do site, estão catalogados 552 vazamentos de dados ocorridos na internet, que comprometeram mais de 11 bilhões de contas online, como contas de redes sociais, de e-mails, de sites de comércio eletrônicos, além, é claro, de dados pessoais.
  2.  Tipos de fraudes – Reunidos nessa seção estão os principais tipos de golpes registrados na internet e suas possíveis variantes. A leitura dessa seção proporciona ao internauta a oportunidade de conhecer como as fraudes ocorrem e assim ter maiores condições de evitá-las.
  3.  Dicas de segurança – Por fim, nessa seção, são fornecidas dicas de segurança para auxiliar e mostrar ao internauta o que pode ser feito para se defender online, com dicas de segurança de senhas, redes sociais, câmeras e microfones, privacidade, redes wi-fi, entre outras dicas importantes para uma navegação segura.

Na plataforma online do observatório (www.occ.org.br), pode ser feita a verificação se o e-mail do internauta foi vazado e figura em alguma lista clandestina que é comercializada na rede. É possível ainda se cadastrar para receber alertas, caso o e-mail tenha sido comprometido.

Um sistema robotizado, dotado de inteligência artificial, varre a internet à procura de grandes listas de e-mails vazadas online.

Em um cenário em que, só no Brasil no ano de 2020, foram realizadas 8,4 bilhões de tentativas de ataques cibernéticos, segundo pesquisa realizada pelo laboratório da FortiGuard Labs, é fundamental disponibilizar para o usuário, em um único portal, todas as informações para que ele tenha condições de se defender das constantes ameaças de fraudes e invasões cibernéticas. Fica aí a super dica!

MATÉRIAS RELACIONADAS