Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Mundo Digital

Mundo Digital

Colunista

Eduardo Pinheiro

Criminosos preparam seus golpes para a Black Friday 2020

| 18/10/2020, 08:54 08:54 h | Atualizado em 18/10/2020, 08:56

Eduardo Pinheiro assina o blog Mundo Digital
Eduardo Pinheiro assina o blog Mundo Digital |  Foto: Divulgação
A Black Friday é celebrada no Brasil desde 2010, e em pouco tempo já se tornou uma das mais lucrativas datas para o comércio do País, isso devido ao fato de ter caído nas graças do brasileiro. Pegando carona nessa febre do comércio, quem não perde tempo são os criminosos, que já preparam seus golpes para disseminar por e-mail ou mensagens de WhatsApp armadilhas virtuais, para roubo de dados pessoais, bancários, de cartão de crédito e também dinheiro.

A Black Friday desse ano será celebrada no dia 28 de novembro. Em tempos de isolamento social, que colaborou para o aumento das compras online, mais do que nunca, os internautas e consumidores brasileiros precisam ficar atentos a toda e qualquer mensagem publicitária que recebam em sua caixa de e-mail ou no aplicativo WhatsApp.

Os criminosos estão cada vez mais sofisticados e criam ofertas inexistentes ou copiam ofertas de grandes lojas virtuais para induzir a pessoa a clicar em links maliciosos.

Esses links direcionam a vítima para suas armadilhas virtuais que têm como objetivo a captura de informações valiosas para a aplicação de seus golpes.

Portanto, todo cuidado é pouco ao receber mensagens com promoções relacionadas à Black Friday, principalmente, no ambiente digital. Seguem algumas dicas de segurança para não cair nesses golpes.

  • Desconfie de mensagens promocionais recebidas online

Nos 30 dias que antecedem a Black Friday os golpistas vão disseminar milhões de mensagens via e-mail ou WhatsApp, com falsos anúncios de promoções de produtos ou serviços. Não tenha dúvidas, você também receberá vários!

  • Não clique nos links das mensagens recebidas

A mensagem tem toda uma engenharia de envolvimento mental que conduzirá a vítima até o clicar de um link que, na verdade, é o atalho que levará a vítima a alguma facilidade ou à promoção oferecida. Por isso, nunca clique em links de mensagens recebidas, esse link é a isca que direcionará o usuário até a armadilha virtual para roubar seus dados e seu dinheiro.

  • Digite você mesmo o endereço da loja desejada

As mensagens possuem riqueza de detalhes que as deixam bastante convincentes, sem contar os preços promocionais super tentadores. Se isso ocorrer, ao invés de clicar em algum link da mensagem, vá ao seu navegador e digite você mesmo o endereço da loja virtual. Tendo esse comportamento o risco de cair em um golpe é próximo de zero.

  • Suspeite de facilidades e busque referências

Sempre suspeite de facilidades e preços muito abaixo dos praticados no comércio. Não deixe também de buscar referências de credibilidade para se informar sobre o site ou lojas que, supostamente, enviam mensagens de anúncios comerciais.

Os golpistas estão à solta e a abrangência da internet levam os bandidos para dentro de nossas casas. Com golpes cada vez mais sofisticados e variados, somente os internautas bem informados não estarão vulneráveis. Fica o alerta!
 

MATÉRIAS RELACIONADAS