Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Fonte Grande

Fonte Grande

Colunista

Luiz Trevisan

Freio nas vendas de veículos chegou a 80%

| 14/06/2020, 08:04 08:04 h | Atualizado em 14/06/2020, 08:21

Após uma brusca queda nas vendas, que chegou a 80%, em abril, o setor capixaba de revenda de veículos tenta imprimir velocidade, em meio à pandemia que atravessa o caminho. Em maio, após flexibilização do comércio, a retração dos negócios andou na faixa de 50%.

Expectativa dos revendedores é que a situação permita abrir logo, em tempo integral. “O lockdown não me parece cientificamente recomendável. Muitos vão quebrar. Estamos apagando incêndio e acelerando adequações”, diz o presidente do Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos do Estado (Sincovides), José Francisco Costa. Contudo, a contaminação distante do pico pode ser obstáculo adiante.

Crédito restrito na curva...
Se o isolamento social tirou o carro da prioridade das pessoas, engrenar marcha nas vendas exige outras manobras, como crédito facilitado e incentivo ao consumidor.

“Hoje, de cada 10 pedidos de financiamento bancário, apenas quatro são aprovados, resultado da insegurança trazida pela crise. E é natural que o consumidor esteja cauteloso”, salienta Costa.

...Vendas online
Nos 10 primeiros dias deste mês, entre as vendas realizadas, 70% foram online, resultado do trabalho remoto adotado.

“O setor está se adaptando, e com muitas ofertas. Para quem pode, este é o melhor momento de comprar carro”, sugere o presidente do Sincovides.

Voltas que o mundo dá
Entre insônias e pesadelos, sonhos de consumo agora são outros. Alguns impensáveis tempos atrás, como máscaras de rosto estilosas – de preferência aquelas suíças transparentes – e passar temporada na... Nova Zelândia, que anunciou “controle” da Covid-19.

Nem por reza
Emissora de televisão cogitou transmitir online a tradicional missa de Corpus Christi, em Castelo, porém esbarrou na exigência do padre. Religioso exigiu 80 fiéis dentro da igreja. A emissora apontou o protocolo do isolamento e desistiu.

Clima na Fames...
A não renovação do contrato temporário de alguns renomados professores da Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames) tem gerado ruídos e questionamentos quanto aos critérios adotados. O diretor da Fames, Fabiano Araújo, nega falta de transparência, aponta que edital de classificação é feito por uma comissão, sem sua interferência. “Além da crise da pandemia, há todo um quadro complexo de gestão que impede, por exemplo, realizar concurso logo”.

...Quadro complexo
Fabiano Araújo aponta atraso de 10 anos no sistema acadêmico da Fames. “Nossa nota de avaliação, dada pelo MEC, há tempos não passa de 2, de um total de 5”, frisa. Lamenta as críticas veiculadas nas redes sociais e sugere que sejam feitas na Ouvidoria da faculdade.

...O estopim
A morte da antiga professora da Fames Margarida Moreira virou estopim dos descontentes. Era muito querida, não teve contrato renovado e isso a teria levado a um quadro de depressão, AVC e internação. Dias atrás, aos 80 anos, faleceu de Covid, segundo o boletim.

PRAIAS E PROTOCOLO Flagrante mostra Camburi com pouca gente, mais do que recomenda o isolamento social, porém, próximo ao desejado por autoridades sanitárias. No entanto, o que se viu em muitas praias durante o feriadão foi gente ignorando o protocolo e risco de contágio.

Praia de Camburi
Praia de Camburi |  Foto: Beto Morais/ AT

NORTE DAS MONTANHAS

Principal polo do turismo de montanha, Gramado, no Rio Grande do Sul, fixou para agosto a abertura de sua programação este ano. Parece precipitado.

CACHORRO NA PRAIA

Não é só a erosão que preocupa em Manguinhos, na Serra. Em final de semana, assusta a quantidade de cães levados à praia sem coleira por gente sem noção.

MOENDO CAFÉ

Safra capixaba de conilon será 5,7% menor este ano. Mas consumo durante quarentena segue em alta pelo mundo afora.

LIVES MUSICAIS...

Uns gostam, outros detestam. Entre estes, a maior reclamação é “a falta de calor humano e certo artificialismo”.

FILOSOFIA NA PANDEMIA...

“Agora o sonho dorme, o pesadelo acordou”. Perfeito Fortuna.

MATÉRIAS RELACIONADAS