Login

Imagem ilustrativa da capa de fundo do colunista Luiz Trevisan

Fonte Grande

Imagem do colunista Luiz Trevisan

Luiz Trevisan

Colatina terá outra Beira-Rio do lado Norte

09/01/2022 13:14:13 min. de leitura

Os R$ 25 milhões necessários para as primeiras obras de enrocamento estão assegurados, por meio de emenda parlamentar federal, para iniciar a construção de uma nova avenida Beira-Rio, em Colatina, desta vez, no lado Norte do Rio Doce.

A ideia é urbanizar 10 quilômetros da área, trazendo mais mobilidade no trânsito e espaço para lazer.  “Acredito que, até o final do mandato (2024), possamos urbanizar uns três quilômetros. É um projeto ousado, mas necessário para o futuro da cidade”, aponta o prefeito Guerino  Balestrassi. Ele conta com a parceria do governo estadual para realizar a obra. E cita que a primeira avenida Beira-Rio, do lado Sul, trouxe “clima mais ameno à cidade”, que é famosa também pelo calor. 

Nossa Dubai

Imagem ilustrativa da imagem Colatina terá outra Beira-Rio do lado Norte
Foto: Dalva Polezi
 

Ao clicar Colatina do alto da ponte, Dalva Polezi associou a Dubai, a cidade futurística dos Emirados Árabes. Sinal de paixão e otimismo em relação à qualidade de vida local, que em 2021 teve um item social a considerar. Foram registrados, no ano, oito homicídios no município, número considerado baixo para a população de 130 mil habitantes.

Mares do Sul

Águas calmas e o bucolismo das ruas – agora quebrado por veranistas – dão brilho a Iriri, a praia favorita da chamada “República Socialista de Castelo”, liderada pelo governador Renato Casagrande.

Pesca monitorada

Amanhã começa pesquisa que vai monitorar as condições da pesca em 11 pontos do litoral capixaba e na Bacia do Rio Doce. Será desenvolvida em parceria pela Ufes e pelo Instituto de Pesca de São Paulo, e terá os dados coletados transmitidos em tempo real por um site. Além de catalogar espécies existentes e condições socioeconômicas dos pescadores, a pesquisa, na Bacia do Rio Doce, vai avaliar impactos das barragens rompidas em Mariana e Brumadinho (MG).

Vez da ostra

Há um boom de novos restaurantes oferecendo ostras frescas para consumo. Isso no Rio de Janeiro, que importa de Santa Catarina a maioria do fruto do mar costumeiramente associado à libido. Por aqui, a iguaria, confiável, ainda é raridade. Detalhe histórico a respeito: o famoso compositor carioca Noel Rosa, quando esteve em Vitória, na década de 1930, podia ser visto pelas manhãs, saindo de noitadas, saboreando ostras no antigo Mercado da Capixaba.

Em movimento

O ex-reitor da Ufes Reinaldo Centoducatte busca viabilizar sua candidatura ao Senado pelo PT. De preferência, em dobradinha com o senador Fabiano Contarato, agora nas fileiras do PT. Vai depender se o PT terá mesmo candidato ao governo, um enigma que ainda irá durar meses.

Profecia de Camilo

O pedido de falência da Itapemirim, solicitado pelo Ministério Público de SP, após o voo de galinha da Itapemirim Aérea, acendeu farol sobre a profecia feita pelo fundador, Camilo Cola, durante a homenagem que recebeu no Ministério da Infraestrutura, no dia 5 de novembro de 2020. Na ocasião, ele disse ao ministro Tarcisio Freitas não acreditar que a empresa aérea fosse decolar. “E se decolar, não sei onde vai pousar”, frisou. 

Reclamação

A principal reclamação de Camilo, durante o encontro, foi de que o grupo que assumiu o passivo da empresa, já em recuperação judicial, não teria arcado com os compromissos. Camilo Cola morreu seis meses após esse encontro com o ministro. 

Enquete rápida

A quem você daria uma passagem para embarcar num cruzeiro marítimo, nesta temporada de verão repleto de contágios, negacionistas e desavisados entrando de gaiato no navio?


Curta


MÁSCARAS. Sanitaristas divergem sobre uso de máscaras mais eficazes contra ômicron. Alguns sugerem a PFF-2 e cirúrgicas de três camadas. Outros enxergam mais um lobby de mercado.

VOLTA ÀS AULAS. Recomeçam no próximo dia 24, em sistema híbrido, as aulas da Ufes relativas ao semestre letivo 2021/2, com término em 26 de março.

BRAGANIANO. Os 109 anos de nascimento do cronista Rubem Braga serão lembrados na próxima quarta-feira, em Cachoeiro. Na Casa dos Braga, haverá exposição e lançamento de livro.

UMA TESE. “Presidentes deveriam ser escolhidos pelos livros que leem”. Do escritor José Eduardo Agualusa, usando como referência o elogiado presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Souza, leitor voraz.

FILOSOFIA NA PANDEMIA. “Covid pede passagem e o bloco sem-noção pede Carnaval”. Entreouvido nos preparativos para desfile no Sambão do Povo.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes. Assine para acessar: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login