Login

Imagem ilustrativa da capa de fundo do colunista Luiz Trevisan

Fonte Grande

Imagem do colunista Luiz Trevisan

Luiz Trevisan

Cacau recupera produção e chega a 50 municípios

28/11/2021 12:00:26 min. de leitura

A valorização da saca, cotada a  R$ 900, a fronteira de produção expandindo além de Linhares – hoje, dos 78 municípios capixabas, 50 deles têm lavouras –, junto com a instalação de novas indústrias, fazem a cacauicultura registrar reação inimaginável no pico da pandemia.

 Atualmente, há no mercado capixaba 32 marcas de chocolate, metade do que a Bahia, referência, possui. E a chegada de indústrias, como a Cacau Show, em Linhares, anima os produtores. Um deles, o linharense Emir de Macedo Gomes Filho, aponta: “As novas mudas clonais resistem mais às pragas, se adaptam a diferentes terrenos e climas, até nos cerrados”.

Baque e euforia

Doce atração de celebrações, muito apreciado em eventos turísticos, o chocolate teve queda de consumo na pandemia, e isso impactou o cultivo de cacau. Antes da pandemia, a produção capixaba era de 14 mil toneladas ao ano. Caiu para quatro mil toneladas, e hoje se aproxima de oito mil toneladas. “Vivemos um bom momento, há muita procura por mudas”, ilustra Emir de Macedo. No contexto mundial, o Brasil ainda é importador de cacau, principalmente da África.

OS REIS DO IÊ, IÊ, IÊ – O autêntico beatle cachoeirense Roberto Carlos, aqui num flagrante de sua histórica apresentação na praça da cidade natal, em 1967. Naquela época, o iê, iê, iê contagiava o mundo inflado pelos Beatles. Agora, o célebre quarteto inglês volta a chamar a atenção com o lançamento, via streaming, da série “Get Back”, programa obrigatório para fãs.

Imagem ilustrativa da imagem Cacau recupera produção e chega  a 50 municípios
Foto: Reprodução/Coluna Fonte Grande
 

Sem privatização  na Banestes Seguros

Manifestações contra a privatização da Banestes Seguros acenderam alerta no mercado. Mas o governador Renato Casagrande assegura à coluna: “Não tem privatização nenhuma”.

 Destaca que a Banestes está em busca de parcerias com outras seguradoras do mercado, para melhorar desempenho e ampliar a própria carteira. “Com as novas tecnologias, o mercado financeiro muda muito, e rapidamente. Estamos olhando para o futuro da seguradora”, frisa.

País do futebol

Pesquisas sinalizam: a menos de um ano das eleições, 52% dos brasileiros não estão nem aí para a disputa. Sociólogos apontam que a maioria dos brasileiros não se interessa por política, no dia a dia. E muitos são motivados, às vésperas do pleito, pelo Fla X Flu eleitoral que se cria. 

Os desafinados

Músicos profissionais reclamam do aviltamento atual do mercado, agravado pela pandemia. De Guarapari, o renomado guitarrista e arranjador Chryso Rocha dá o tom: “Há muita gente tocando de graça, na noite, em troca de bebida ou comida, alguns até por necessidade. Mas muitos são amadores, ignoram o cachê e desvalorizam toda uma categoria”, lamenta.  

Sabatina do quinto

Os 35 advogados que disputam indicação para desembargador do Tribunal de Justiça (TJ-ES), na vaga do quinto constitucional, participam de sabatina, na próxima terça-feira, no Hotel Sheraton Vitória. 

Ali serão indicados 12 nomes a serem submetidos à votação direta da categoria. Os seis mais votados passarão pelo crivo do TJ, que, finalmente, fará a lista tríplice encaminhada ao governador, que dali escolherá o futuro desembargador.

Bola quicando

Como em toda disputa de poder, os bastidores fervilham. Diz-se que há dois nomes fortes, que largam, em tese, na frente. E o bloco da terceira via correndo por fora. Chamou a atenção, tempos atrás, a doação “generosa” de um dos candidatos à vaga, que ajudou a custear despesas do time feminino de futebol soçaite da OAB-ES numa disputa em Curitiba.

No mais...

Meteorologia prevê verão aqui com poucas chuvas e temperaturas elevadas. Dá pra confiar?

DUCAÇÃO. Solenidade amanhã, no Palácio Anchieta, às 10h, mostra os planos do governo para  a educação em tempo integral, no próximo ano. Previsão é de 40 novas escolas abrindo vagas.

BUZINA. E motoristas reclamam que as obras da Rotatória do Ó, na Serra, com seus desvios, estão dando nó no trânsito.

TERCEIRA VIA. Revista nacional que circula nesta semana traz entrevista onde o ex-governador Paulo Hartung aparece como “guru da terceira via” na corrida presidencial 2022.

IMPERDÍVEL. O piano de Jorginho Saad e o baixo de Fernando Rueda prometem grandes momentos, na noite da próxima quarta-feira. Sala Sônia Cabral, Cidade Alta, em Vitória.

FILOSOFIA NA PANDEMIA. “Em tempo de novas variantes e máscaras obrigatórias, precisamos aprender a nos expressar pelos olhos”. Entreouvido na noite da rua Gama Rosa.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes. Assine para acessar: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login