Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Fonte Grande

Fonte Grande

Colunista

Luiz Trevisan

Alça para contornar funil da BR-262 na Ponte do Jucu

| 17/07/2022, 12:50 12:50 h | Atualizado em 17/07/2022, 12:50

Uma obra emergencial na subida da Vista Linda, BR-262, próximo à ponte sobre o rio Jucu, seduz a bancada federal capixaba. Trata-se de uma alça rodoviária, extensão de um quilômetro, projetada para desafogar o trânsito na área, e acabar com o tormento de turistas e visitantes de nossas montanhas, principalmente nos finais de domingos e feriados.

Nesses dias, no final de tarde, é longa e sinuosa a descida em uma só pista. Já se cogitou a inversão temporária de mão, por meio de cones e orientação da Polícia Rodoviária, para permitir que o maior fluxo desça pela pista de subida, que possui mais áreas de escape.

Contudo, um estudo recente apontou que todo o fluxo de descida afunilaria na ponte do Rio Jucu. Haveria, então, o enchimento de duas pistas, segundo o laudo. Solução: uma alça contornando o Rio Jucu.

Obra de R$ 90 milhões

Essa alça projetada é estimada em R$ 90 milhões. O deputado federal Evair de Melo acredita que este e outros trechos mais críticos da rodovia poderão ser beneficiados com parcela da verba prevista na reparação bilionária da Renova/Vale, que está para ser anunciada pelo STF. “A bancada está mobilizada para que a duplicação da BR-262 saia do ponto-morto”, afirma.

Cadê a câmera?

“Lara Croft”, codinome, empunhava um “perigoso” barbeador quando foi abatida a tiros por policial militar. Isso em Alto Lage,   Cariacica, em cena da vida real registrada no último dia 13. Essa e outras ocorrências nebulosas poderiam ser melhor entendidas com câmeras de vídeo acopladas às fardas dos policiais, como já ocorre em São Paulo e vai começar em Minas.

PAISAGEM DA JANELA – Vista assim do alto, a peculiar “Igrejinha da Pedra”, às margens da BR- 101, impressiona tanto quanto é admirada de baixo para cima por quem circula em Ibiraçu. O que muitos motoristas e passageiros não sabem é que a obra foi feita entre 1997/98, como prova de fé de uma família local que tinha um filho em grave tratamento de saúde. Ele foi curado e a paisagem ganhou em miniatura um grande monumento religioso.

Imagem ilustrativa da imagem Alça para contornar funil da BR-262 na Ponte do Jucu
 

Cruz e credo

Concentrar na Praça do Papa, em nome de Jesus, e propagar armamento não parece uma boa combinação. Mas é o que está sinalizado no apoio ao evento ”Marcha para Jesus”, no próximo sábado, em Vitória. Há expectativa de que o Presidente apareça após uma motociata.

Receita estadual do ICMS em alta...

Da série “Éramos felizes e sabíamos”: entre 2022/2020, na avaliação semestral, a receita líquida do ICMS arrecadada pelo governo do Estado subiu 35,71% em crescimento real, quando se desconta a inflação. Na comparação 2022/21, saltou de R$ 4,1 bilhões para R$ 5,1 bilhões. Bons números que rechearam o cofre estadual para os tempos bicudos pela frente.

...Mas deve cair

O desfalque na receita futura, sinalizado pelas reduções da alíquota do ICMS – mais energia elétrica e comunicação – embutida na aprovada PEC “Kamikaze”, deverá superar R$ 1,1 bilhão. Isso ao longo dos próximos seis meses. Os cálculos são do governo estadual.

Por uns trocados

Malabaristas de sinal invadem as ruas. Entre o fecha e abre dos semáforos, cronometrados, esticam cordas nos postes, dançam no fio e fazem malabarismo. Logo, recolhem tudo. Não raro, diante da indiferença da maioria apressada.

CURTA

PEDRA MÁGICA. Para ter ideia da valorização dos imóveis no entorno da Pedra Azul, Domingos Martins, por lá um apartamento de 86 metros quadrados está na faixa de R$ 1,8 milhão.

TERRITÓRIOS SAGRADOS. Este é o tema da exposição fotográfica que abre nesta terça-feira, em Cachoeiro. Ficará na Casa da Memória/Biblioteca Municipal até 5 de agosto.

ARTE URBANA. Evento que mistura dança break e grafitti, o “Origraffes” está programado para os próximos dias 22 a 24, na praça central do bairro Feu Rosa, na Serra. 

RODA DE RENDEIRAS. Na praça da Barra do Jucu, Vila Velha, a turma do congo  vai animar a homenagem às rendeiras de bilro do município, na noite da próxima sexta-feira.

SINAL DOS TEMPOS. Até Roberto Carlos está perdendo a paciência com o ruído ao redor.

FILOSOFIA NA PANDEMIA. “Anda mais fácil transformar água em vinho, com fraude fiscal, e embolsar uma grana alta, do que fazer certas pessoas se vacinarem”. Entreouvido por aí.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

MATÉRIAS RELACIONADAS