Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Carnaval 2020

Carnaval 2020

Colunista

<span class="d-md-none font-weight-light">Patrocínio</span>

Surpresas e tecnologia para encantar no Sambão

| 09/02/2020, 19:34 19:34 h | Atualizado em 09/02/2020, 20:05

Comissão de Frente da escola Chegou o que Faltava, no Sambão do Povo. Integrantes ensaiam três vezes na semana.
Comissão de Frente da escola Chegou o que Faltava, no Sambão do Povo. Integrantes ensaiam três vezes na semana. |  Foto: Beto Morais/AT

A comissão de frente é o cartão de visita das escolas de samba. É, geralmente, o primeiro grupo da agremiação que entra na avenida. Com danças e coreografias, a comissão tem o papel de cativar o público, emocionar e agitar camarotes e arquibancadas. Além disso, é o primeiro quesito a ser avaliado pelos jurados na passarela do samba.

Com tanta responsabilidade e expectativa, as comissões de frente das escolas de samba do Carnaval de Vitória, que acontece nos dias 13, 14 e 15 de fevereiro, não estão medindo esforços e afirmam que estão preparando verdadeiros espetáculos com o uso de tecnologias e surpresas.

Mas eles não contam muito e guardam segredos que só serão revelados no dia do desfile.

A escola de samba Chegou o que Faltava vem com o enredo “Sorte ou Azar, só o tempo dirá”. A comissão de frente, com 14 componentes, vai representar Moros, o deus da sorte e do destino na mitologia grega, e promete surpresas.

“Estamos ensaiando muito. São três vezes na semana com três horas de ensaio por dia. Será um misto de dança e dramaturgia”, contou a coreógrafa Lalau Martins.

A Mocidade Unida da Glória (MUG) também está a todo vapor com os ensaios da comissão de frente. A agremiação contratou um nome experiente no Carnaval do Rio de Janeiro para coreografar a comissão de frente, Marcelo Lages.

Ele, que já coreografou escolas como Grande Rio, Portela e Tijuca, promete impressionar o público capixaba com a comissão de frente. Essa será a primeira vez que toda a comissão de frente é feita por bailarinos profissionais e remunerados para o trabalho.

“Estamos ensaiando todos os dias de três a quatro horas por ensaio. Só folgamos domingo. A comissão de frente vai abordar o canibalismo indígena no Espírito Santo, mostrando que isso fazia parte de uma crença dos índios. Vamos falar também sobre a nudez indígena”, contou Marcelo.

Questionado sobre se haveria nudez no sambão também, cheio de suspense, ele respondeu apenas: “O papel da comissão de frente é impressionar”.

MUG

Imagem ilustrativa da imagem Surpresas e tecnologia para encantar no Sambão

A escola vai trazer uma tribo para o Sambão. Cheio de segredos sobre a apresentação da comissão de frente, o coreógrafo Marcelo Lages contou que o grupo vai impressionar trazendo a história do canibalismo indígena.

“Vamos trazer muitos temas indígenas nas danças. Vamos emocionar e impressionar!”.

Boa Vista

Imagem ilustrativa da imagem Surpresas e tecnologia para encantar no Sambão

A atual campeã do Carnaval de Vitória vai homenagear a música capixaba na avenida do samba. A comissão de frente coordenada pela coreógrafa Márcia Cruz é composta pode 15 componentes e os segredos estão guardados a sete chaves.

“Faremos uma viagem no túnel do tempo entre o passado e o futuro, através das ondas do rádio para homenagear consagrados artistas do nosso Estado. Será emocionante!”, disse.

Jucutuquara

Imagem ilustrativa da imagem Surpresas e tecnologia para encantar no Sambão

A comissão de frente da Unidos de Jucutuquara vai representar uma lenda africana e diversas formas e linguagens de contar histórias dentro do enredo “Griot”, que são indivíduos que têm o compromisso de preservar e transmitir oralmente as histórias nas tribos africanas.

O folião deverá se surpreender com alguns efeitos criativos, como revelou o coreógrafo Mauro Marques, que está fazendo segredo de toda a apresentação. O grupo tem 15 integrantes. “O objetivo é fazer um belo trabalho diferenciado, criativo, saindo do lugar comum para encantar o espectador.”

Saiba mais

Abertura dos portões

Quinta-feira (dia 13)
Abertura: 19 horas
Início do desfile: 21 horas

Sexta-feira (dia 14)
Abertura: 20 horas
Início do desfile: 22 horas

Sábado (dia 15)
Abertura: 20 horas
Início do desfile: 22 horas

Ordem dos desfiles

Quinta-feira:
1° - Tradição Serrana
2° - União Jovem de Itacibá
3° - Mocidade Serrana
4° - Independentes de Eucalipto
5° - Império de Fátima

Sexta-feira:
1° - Pega no Samba
2° - Chega Mais
3° - Andaraí
4° - Rosas de Ouro
5° - Chegou o que Faltava
6° - Unidos de Barreiros
7° - Mocidade da Praia

Sábado:
1° - Unidos da Piedade
2° - Jucutuquara
3° - MUG
4° - Boa Vista
5° - Novo Império
6° - Imperatriz do Forte
7° - São Torquato

Fontes: Prefeitura de Vitória e Lieges.

MATÉRIAS RELACIONADAS