Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

AT em Família

AT em Família

Colunista

Argilas coloridas para renovar a pele

| 20/10/2020, 18:10 18:10 h | Atualizado em 20/10/2020, 18:19

 Priscila Passos observa o crescente interesse por terapias naturais
Priscila Passos observa o crescente interesse por terapias naturais |  Foto: Acervo pessoal
Para hidratar, combater a oleosidade, esfoliar e uma série de outros benefícios. As máscaras de argila são um tratamento natural que devolve os minerais à pele e, assim, proporciona uma aparência mais suave e saudável.

A variedade de cores de argilas para tratamentos faciais reflete suas variadas funções. Cada tonalidade oferece uma gama de vantagens.
Por exemplo, a verde é anti-inflamatória e clareadora. A preta limpa e combate a oleosidade. Já a branca é hidratante.

A esteticista Priscila Passos observa o crescente interesse por terapias naturais, o que inclui a aplicação de máscaras. Ela utiliza a argila em si e também em seus clientes associada a tratamentos, como limpeza de pele.

“As pessoas estão priorizando os cuidados com produtos naturais e deixando aqueles que contêm muitos derivados de petróleo. Elas estão se informando mais quanto ao impacto que os muito industrializados causam na pele e no meio ambiente”, analisa.

Priscila Giovanelli, curadora de cosméticos naturais da Salvia, destaca que as argilas absorvem as toxinas da pele. Ela sugere optar pelo produto em pó, já que tem validade mais longa que os pastosos.

Argilas: funções variam com a cor
Argilas: funções variam com a cor |  Foto: Divulgação / O amor é simples
“O pó pode ser preparado com água ou com algum chá, óleo essencial ou hidrolato (subproduto do óleo essencial) com propriedades compatíveis ao que a pele precisa para potencializar o resultado. Por exemplo, camomila se estiver irritada”, explica.

A dermatologista Aline Aarão destaca a importância de buscar argilas de qualidade e que foram armazenadas corretamente para se certificar de que não há risco do produto ter sido contaminado. Se a pessoa estiver com alguma ferida, pode servir como porta de entrada para bactérias.

Segundo a médica, a terapia também pode ser aplicada no couro cabeludo.

“No couro cabeludo indicamos as com efeito de controle de oleosidade e limpeza. A aplicação deve ser com cuidado para não pegar o comprimento dos fios, pois resseca e desidrata”, salienta.

“O uso deve ser sob orientação para saber o tipo mais indicado e se há risco de contaminação se houver espinha ou machucado, especialmente no couro cabeludo, que é uma área de baixa visibilidade”, acrescenta Aline.


Saiba mais


Benefícios das cores

  • Branca: Tem propriedades suavizantes e hidratantes. Pode ser usada em todos os tipos de pele, especialmente nas mais sensíveis.

  • Amarela: Tem ação purificante, adstringente e remineralizante. É indicada para revitalizar a cútis, especialmente as maduras e cansadas.

  • Verde: Limpa e desintoxica, além de controlar a oleosidade excessiva e suavizar manchas. Indicada para peles normais, oleosas ou com acne.

  • Vermelha: Estimula a circulação e a renovação celular. Revitaliza a pele seca e opaca.

  • Preta: Controla a oleosidade, suaviza manchas e tem ação anti-inflamatória. Pode ser usada também no couro cabeludo.

Dicas

  • Argilas em pó têm validade maior.

  • Misture gotas de água, ou então de chá ou óleo essencial para potencializar o efeito. Deve formar um creme.

  • Não deixe secar no rosto.

  • Use semanalmente por 20 minutos.

  • Antes, deixe o pó alguns minutos ao sol e não use com objetos de metal.

Fonte: Especialistas entrevistadas.

MATÉRIAS RELACIONADAS