search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Bloco do eu sozinho
Painel da Folha de São Paulo

Bloco do eu sozinho

A decisão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de apoiar as manifestações, contrariando órgãos de saúde pública, foi vista como passo importante em um caminho para o isolamento. Os protestos atacaram o Congresso e o STF.

Alguns falaram em intervenção militar e chamaram o coronavírus de mentira, causas apoiadas por radicais. Um dos seus principais aliados entre governadores, o médico Ronaldo Caiado (DEM-GO), foi hostilizado em ato ao falar dos riscos da pandemia.

Monotemático - Bolsonaro tuitou ao menos 40 vezes. Quase todos com vídeos e imagens dos atos, nada sobre o aumento de 79 casos confirmados de coronavírus no Brasil –já são 200.

Nada mais - O presidente também não se manifestou sobre o caos do setor aéreo e nem sobre a preocupação de falência de pequenos e grandes empresas.

Desconversa - Ao ir para as ruas, Bolsonaro não teve apoio público de seus ministros. Nas redes, nem os mais radicais endossaram as publicações.

Estratégia - Empresários de todos os lados, até bolsonaristas, criticaram a atitude do presidente."É hora de buscar convergência, e não de atear mais gasolina na fogueira", diz José Ricardo Roriz, vice-presidente da Fiesp.

Décadence... - Fabio Wajngarten, secretário de Comunicação do governo Bolsonaro, tem publicado nas redes sociais um diário do coronavírus, no qual relata o que tem sentido com a doença.

...Avec élégance - Para opositores do governo, porém, o relato de Wajngarten peca por partir do ponto de vista de alguém que desfruta de situação privilegiada. Em um dos dias, o secretário postou foto de almoço com churrasco, suco de laranja e açaí sobre bandeja de prata, em uma varanda.

Tosse, tosse, tosse - No diário, os sintomas costumam ser leves. "Noite de sono um pouco pior. Acordei mais congestionado na garganta. Ao longo do dia fui melhorando", escreveu. Como mostrou a Folha, a maioria dos estados está despreparada para atender, na rede pública, casos graves.

Bunker - A casa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-SP), virou refúgio de parlamentares e ministros que não podem sair de Brasília por causa do vírus. Lá, as reuniões ganharam o apelido de "coronatédio".

Desconto - A Secretaria Nacional do Consumidor vai se reunir segunda (16) e terça (17) com representantes de agências de turismo e companhias aéreas. O objetivo é chegar ao acordo de que remarcações de viagens possam ser feitas sem taxas. A Anac e o Ministério Público são esperados para os encontros.

Também quero - Entre auxiliares de Paulo Guedes (Economia), há quem defenda que a ajuda a empresas não se limite a um setor específico, como o aéreo, mas seja universal, permitindo que empresas obtenham fôlego para atravessar a crise. A economia está parando, segundo diagnóstico interno, mas o mergulho não deve ser duradouro, e a atividade tende à normalidade.

Mudo - Entre as manifestações de solidariedade que chegaram à família e aos amigos de Gustavo Bebianno, ex-ministro do governo Jair Bolsonaro que morreu no sábado (14), destacou-se o silêncio de uma pessoa: Paulo Guedes. O ministro da Economia ficou próximo de Bebianno durante a campanha eleitoral de 2018.

Pêsames - "A característica dos Bolsonaro é a ingratidão. Não esperávamos nada deles, até preferimos o silêncio. A minha estranheza se dá pelo silêncio de Paulo Guedes e de outros ministros que ficaram ao lado dele no passado", afirma o empresário Paulo Marinho, amigo de Bebianno.

Coroa de flores - Por outro lado, a mensagem do vice-presidente Hamilton Mourão foi recebida com carinho por Marinho e os familiares de Bebianno. "Foi uma grata surpresa e uma mostra de bom caráter", diz o empresário.

Deixa para depois - Marcada para 26 de abril, a eleição suplementar para o cargo de senador do Mato Grosso pode ser adiada devido à crise do coronavírus. O ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta vai conversar sobre o tema com os ministros do STF nesta segunda-feira (16).

TIROTEIO

"Fiquei espantado, perplexo. É um péssimo exemplo, ele contrariou uma norma médica no meio de uma pandemia"

De José Luiz Datena (MDB), apresentador de TV, sobre a participação do presidente Jair Bolsonaro nos atos de Brasília neste domingo (15).

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Discurso x ação

Apesar das declarações de Jair Bolsonaro sobre preocupação com desemprego, políticos e integrantes do Judiciário apontam ao menos cinco posturas contraditórias do governo com este discurso. O …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Água e azeite

Apesar da troca de afagos entre João Doria (PSDB-SP) e Lula (PT) nas redes sociais nesta quinta (2), a chance de uma união de líderes partidários, especialmente de ex-presidentes da República, é …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Batata quente

O coronavírus aumentou o jogo de empurra no cenário político brasileiro, na avaliação de integrantes do Congresso, do Ministério Público e do Judiciário. Fora a condução desastrada de Jair Bolsonaro, …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Carga pesada

Um dos líderes da paralisação de 2018, Wallace Landim, conhecido como Chorão, afirma que os caminhoneiros devem parar se os governadores não recuarem nas medidas de isolamento social contra o novo …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

E agora, José?

A insatisfação dentro do governo Jair Bolsonaro com Luiz Henrique Mandetta (Saúde) transbordou os limites do Palácio do Planalto. Na equipe econômica, liderada por Paulo Guedes, as aparições …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Alô, presidente

O governador Ronaldo Caiado (DEM-GO) afirma que a “urgência urgentíssima” do momento é que o governo Jair Bolsonaro tome medidas o mais rápido possível para garantir a alimentação das pessoas. …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Pare agora

Pare agora Garota-propaganda de uma campanha lançada pelo governo há duas semanas sobre coronavírus, a médica e professora Ana Escobar diz que é contra a nova linha defendida pelo presidente …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Com as próprias mãos

Em mais uma iniciativa para coordenar esforços à margem do governo federal, inoperante na visão dos governadores, os estados articulam dar respostas unificadas ao coronavírus a partir de estudos de …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Temperatura máxima

Foi tensa a primeira reunião do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, com secretários estaduais após o pronunciamento de Jair Bolsonaro. Eles cobraram posição firme em defesa do isolamento, …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Quanto custa

O presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, fez comentários críticos ao isolamento social, na mesma linha que o presidente Jair Bolsonaro. Em mensagem em um grupo de WhatsApp, Novaes disse que …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados