search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Bandido rende aposentada e rouba cachorro na orla de Itaparica

Notícias

Publicidade | Anuncie

Polícia

Bandido rende aposentada e rouba cachorro na orla de Itaparica


Após três dias trancados dentro de casa por conta do novo coronavírus, uma aposentada resolveu sair por alguns minutos para levar seu cão para dar uma volta. Acabou rendida por um criminoso, que exigiu a entrega do cachorro, da raça pinscher e chamado Nico. 

Nico, da raça pinscher, foi levado por um bandido (Foto: Acervo pessoal)
Nico, da raça pinscher, foi levado por um bandido (Foto: Acervo pessoal)
O crime aconteceu na manhã desta quinta-feira (2), na orla de Itaparica, em Vila Velha.

Atualização: No meio da tarde, depois de publicada essa matéria, a família entrou em contato com a reportagem do Tribuna Online informando que o cachorro morreu atropelado na orla.

A universitária Mayara Rubens, 24 anos, contou que a sua mãe, Ilda Ribeiro, 53, saiu de casa às 8 horas. "Estamos ficando dentro de casa nesses dias. Há três dias não saímos, mas como temos um cachorrinho, minha mãe quis passear com ele um pouco, por alguns minutos, para distrair o Nico", relatou a estudante.

Ilda, que é aposentada, mas atua como personal trainer, foi para a orla de Itaparica e até tirou uma foto com Nico. Já na volta para casa, às 8h30, foi surpreendida por um bandido. Ele estava de bicicleta e chegou mandando a aposentada entregar o animal.

"E

Aposentada fez foto com o cão antes do roubo (Foto: Acervo pessoal)
Aposentada fez foto com o cão antes do roubo (Foto: Acervo pessoal)
le viu que minha mãe não estava com nada de valor e já foi logo falando: 'Passa o cachorro'. Minha mãe ficou assustada e entregou na hora. Ela chegou em casa agoniada e ligamos na mesma hora para a polícia, pelo 190", disse Mayara.

A universitária contou que estava participando de uma videoaula quando sua mãe chegou contando do crime. "Eu até relatei para o pessoal da turma o que havia acontecido. Todo mundo ficou assustado", disse.

Nico era um cão dócil, não costumava latir e só possuía seis meses de vida, segundo a estudante. Pelas redes sociais, Mayara divulgou o roubo e pediu ajuda para localizar o cão, que era da cor caramelo, estava usando uma coleira vermelha e tinha o peito branco.

Atropelamento

Por volta de 15h30, Mayara entrou em contato com o Tribuna Online e, abalada, relatou que o cachorro havia acabado de ser atropelado também na orla de Vila Velha. Ele morreu na hora e o veículo que o atingiu não parou na via.

"Nico deve ter fugido do bandido e, ao tentar voltar para casa, pode ter ficado agitado e entrado na frente do carro. Estamos muito tristes. O atropelamento foi a cerca de 300 metros de onde fui assaltada", detalhou a aposentada.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados