search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Bandeira vermelha da conta de luz pode ficar 60% mais cara a partir de julho

Notícias

Publicidade | Anuncie

Economia

Bandeira vermelha da conta de luz pode ficar 60% mais cara a partir de julho


 (Foto: Reprodução) (Foto: Reprodução)

A crise nos reservatórios das hidrelétricas no País deve fazer com que o valor da bandeira vermelha - o patamar mais caro do sistema de bandeiras tarifárias - suba até 60%, conforme especialistas consultados pelo jornal Extra. 

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou que vai aumentar o valor dessas bandeiras, que é uma taxa extra acionada quando o custo da geração de energia sobe e isso é repassado ao consumidor. No entanto, o percentual de aumento ainda não foi anunciado pela agência. 

Hoje é cobrado R$ 1,34 a cada cem quilowatts-horas (kWh) consumidor na bandeira amarela; R$ 4,16 na bandeira vermelha 1; e R$ 6,24 na vermelha 2. Na bandeira verde, não há cobrança por valores a mais. 

A estimativa de especialistas consultados pelo Extra é de que o preço da bandeira vermelha 2 seja de cerca de R$ 10..