search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Ataque aéreo israelense mata comandante da Jihad Islâmica em Gaza

Notícias

Publicidade | Anuncie

Internacional

Ataque aéreo israelense mata comandante da Jihad Islâmica em Gaza


Em novo ataque aéreo, as forças de Israel mataram um importante comandante do grupo militante Jihad Islâmica em Gaza nesta segunda-feira (17). As informações são de agências internacionais de notícias.

Hussam Abu Harbeed era comandante da divisão norte da Jihad Islâmica por 15 anos. 

Militares israelenses alegaram que Harbeed foi morto por "estar por trás de vários ataques terroristas de mísseis antitanque contra civis israelenses".

Moradores verificam estragos em meio aos escombros deixados após ataque aéreo israelense nas ruas da cidade de Gaza (Foto: Kalil Hamra / AP / Agência Estado)Moradores verificam estragos em meio aos escombros deixados após ataque aéreo israelense nas ruas da cidade de Gaza (Foto: Kalil Hamra / AP / Agência Estado)

No domingo, sétimo dia de confrontos entre Israel e Hamas, ataques aéreos israelenses na madrugada deste domingo (16) mataram ao menos 42 pessoas, incluindo 10 crianças, de acordo com autoridades de saúde de Gaza. Trata-se da ação mais letal desde que o conflito estourou.

As Forças Armadas de Israel afirmam que as baixas civis não foram intencionais e que as ações miravam um sistema de túneis usado por militantes radicais. Quando a estrutura colapsou após ser atingida pelo ataque aéreo, a destruição levou também casas onde as vítimas civis estavam.

Do outro lado, militantes palestinos dispararam foguetes contra Israel, no que o Exército do país diz ser a onda mais intensa de lançamentos de projéteis já realizada contra seu território. Agora, o número de mortos em Gaza, desde o início dos combates, chegou a 188, incluindo 55 crianças. Em Israel, 10 pessoas, entre as quais duas crianças, foram mortas em disparos de foguetes pelo Hamas e outros grupos radicais.

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.