search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

As jogadas do PSDB em Vitória
Plenário
Fabiana Tostes

Fabiana Tostes


As jogadas do PSDB em Vitória

A decisão de não colocar uma chapa para concorrer com a vereadora Neuzinha de Oliveira pela cabeça de chapa tucana já estava tomada por Luiz Paulo Vellozo Lucas há tempos, e, ao contrário do que se ventilou, não foi pensada de última hora. Seria, aliás, desnecessário: Neuzinha tem controle em massa do diretório na capital, do qual é presidente.

O ex-prefeito, então, já ligou para o presidente nacional do PSDB, seu amigo Bruno Araújo, para tentar reverter a situação, já que Neuzinha foi sagrada a candidata à prefeitura de Vitória em convenção. Bruno abençoou a volta do Luiz Paulo ao partido, sobretudo com a ideia de que ele fosse o candidato.

A leitura é que pesa a favor de Neuzinha o apoio do PSDB Mulher, mas o desenho de que ela poderia ser vice numa chapa do Republicanos contrastaria com seu discurso de luta por candidaturas femininas em cabeça de chapa. As presenças de Erick Musso e Roberto Carneiro pelas proximidades da convenção ajudaram a cristalizar isso. Luiz Paulo, por sua vez, bate na tecla de que tem musculatura maior que Neuzinha e possui melhor colocação em pesquisas internas.

Segundo apoiadores, ele entende que não deve disputar chapa, já que sua vinda ao partido foi condicionada à disputa pela prefeitura. Esses mesmos partidários contam que, questionado, chegou a topar uma chapa puro sangue com Neuzinha vice. Mas agora os tempos são outros.

Jogadas II
Luiz Paulo não comenta o imbróglio, mas seguiu em atividade política nos bastidores na tarde de ontem.
Neuzinha, por sua vez, disse por meio de sua assessoria de imprensa que não tem recuo. Disse que Erick Musso e Roberto Carneiro não foram à Câmara lhe prestigiar e, uma vez que se encontraram no pátio, se cumprimentaram.

Goela abaixo
O impasse das coligações recai agora sobre o PV de Vila Velha: a estadual pensa numa coligação com Rede (levando PT e PCdoB no cangote), mas os partidários municipais são contra a ideia e acham que seja melhor ir com Max Filho (PSDB), Dr. Hércules (MDB) ou Neucimar Fraga (PSD). A chapa de veradores está completa: 18 homens e 8 mulheres.

Ecos do plenário
Famoso por longos discursos, o deputado Sergio Majeski pediu a supressão da fase das comunicações da sessão de ontem da Assembleia. Na mesma ocasião, o áudio do deputado Theodorico Ferraço vazou por diversos momentos. Curiosidade era saber com quem ele dizia estar decepcionado.

Digitais
O governador gravou um vídeo para Gedson Merízio, pré-candidato a prefeito de Guarapari pelo seu partido, mas disse ontem num evento na Cidade Saúde que não é apoio, e sim uma “saudação aos convencionais”.

“Não foi um pedido de voto. O Gedson é meu amigo. Gravei para o Vitor Coelho, de Cachoeiro. Gravei para uns três candidatos, que tive tempo. Não é declaração de apoio porque a campanha não começou”, tegiversou.

Tiroteio
Pré-candidato a vereador em Vitória, Rafael Ferreira (PSC) disse que “a Câmara não tem nenhum vereador que represente os evangélicos e realmente professe a fé em Cristo Jesus”. Wanderson Marinho (PSC), cristão e com mandato, caiu na bronca: “Ele se equivocou e esqueceu. Represento e sempre votei a favor do povo evangélico. Fui um dos vereadores que apresentou projeto de lei que torna a igreja como atividade essencial na pandemia”.

Galeria

Entre nós
Em Aracruz, o PRTB vai para as urnas com uma chapa puro-sangue formada por Major Wallace Vieira na cabeça e o agricultor Francisco de Assis Cavalieri como vice.

Covid capilar
Depois de um longo inverno, as sessões na Assembleia Legislativa voltaram a ser presenciais. Os servidores receberam “face shield” – um protetor para a face –, mas teve quem desfilou pelo plenário com ele no cabelo.

Sangue
O deputado estadual Danilo Bahiense (sem partido) comanda audiência pública virtual da Comissão de Segurança hoje sobre o panorama da violência em Ibatiba e nas cidades vizinhas do Caparaó. Moradores reclamam da falta de vigilância na divisa e do salto de violência em Brejetuba, que teve quatro assassinatos somente em setembro.

Fechado
Bete Rodrigues será a marqueteira de João Coser (PT) em Vitória.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados