search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Aquaviário vai custar menos para quem usar o Transcol

Notícias

Publicidade | Anuncie

Cidades

Aquaviário vai custar menos para quem usar o Transcol


Projeção do aquaviário (Foto: Divulgação / Governo do Estado)
Projeção do aquaviário (Foto: Divulgação / Governo do Estado)

Promessa de campanha do governador Renato Casagrande, a volta do Aquaviário começa, enfim, a sair do papel: foi publicado o edital de contratação das obras de quatro terminais de passageiros, orçadas em R$ 6,6 milhões.

Haverá integração com o Transcol e a passagem do Aquaviário vai custar menos para quem usar ônibus do sistema. Os quatro terminais – em formato de píer – vão ficar na Prainha, em Vila Velha; na Praça do Papa e no Centro, em Vitória; e em Porto de Santana, Cariacica.

O secretário de Estado de Mobilidade e Infraestrutura, Fábio Damasceno, disse que o valor da tarifa ainda será definido, mas que está prevista a integração com o Sistema Transcol.

“Quem pagar a tarifa do Transcol e depois for pegar o Aquaviário, só paga um complemento de tarifa. Quem usar somente o Aquaviário, paga um preço cheio. Vamos definir os valores no chamamento”, explicou Damasceno.

Segundo ele, os terminais começam a ser entregues em outubro, sendo que dois têm chance de sair primeiro: o da Prainha e o da Praça do Papa. “Isso pode ocorrer por conta da localização e da facilidade das obras”, explicou. Até o final do ano, saem os restantes, disse.

Depois das obras, começa a segunda fase: o chamamento das empresas interessadas em operar o sistema.

Damasceno estima que o Aquaviário esteja funcionando a pleno vapor já entre outubro e novembro, assim que os primeiros terminais forem entregues. “Por isso, vamos fazer o chamamento antes, no primeiro semestre”, anunciou.

Os barcos – a empresa que operar deve oferecer, no mínimo, dois – vão ter internet de graça, irão possibilitar o transporte de bicicletas e animais, e transportarão até 150 passageiros ao mesmo tempo. A pintura externa será bem semelhante à dos ônibus do Transcol. O número de barcos pode variar de acordo com a demanda e o oferecimento das empresas no chamamento.

O governo ainda vai definir o itinerário do Aquaviário. Como o plano não foi fechado, o secretário não estimou o tempo de viagem para completar os quatro terminais. “Depende também da velocidade do barco que será usado”, disse.

O governo não descarta, no futuro, aumentar o número de terminais, mas isso vai depender do fluxo de passageiros.

Como será

Projeção virtual mostra como deve ficar o píer da Praça do Papa, na Enseada do Suá. Assim será o terminal para embarcar, desembarcar, pagar a tarifa e para esperar a chegada de um novo barco. (Foto: Divulgação)
Projeção virtual mostra como deve ficar o píer da Praça do Papa, na Enseada do Suá. Assim será o terminal para embarcar, desembarcar, pagar a tarifa e para esperar a chegada de um novo barco. (Foto: Divulgação)
O governo apresentou um modelo digital de como será o barco utilizado no Aquaviário. Por fora, terá cores e desenhos bem semelhantes aos do Transcol. Assim, eles vão “atracar” nos píeres. (Foto: Divulgação / Governo do Estado)
O governo apresentou um modelo digital de como será o barco utilizado no Aquaviário. Por fora, terá cores e desenhos bem semelhantes aos do Transcol. Assim, eles vão “atracar” nos píeres. (Foto: Divulgação / Governo do Estado)


Saiba mais


 (Foto: Jornal A Tribuna)
(Foto: Jornal A Tribuna)

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados