search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Aprenda a identificar e evitar sites maliciosos da internet
Mundo Digital
Eduardo Pinheiro

Eduardo Pinheiro


Aprenda a identificar e evitar sites maliciosos da internet

Eduardo Pinheiro (Foto: Divulgação)Eduardo Pinheiro (Foto: Divulgação)

Navegar na internet tem se tornado uma missão cada vez mais perigosa, devido a milhares de armadilhas digitais que são criadas todos os dias pelos cibercriminosos. Se já não bastasse a incidência de vírus, spywares, worms e outras pragas virtuais que são disseminadas no mundo digital, ainda existem os sites e os links maliciosos que sempre se colocam entre os cinco maiores perigos da web. A boa notícia é que é possível identificá-los e assim evitá-los.

Os sites maliciosos são páginas eletrônicas criadas por hackers para induzir os internautas a fornecer dados pessoais ou outras informações, que possibilitem ao criminoso aferir vantagem financeira, seja por meio de contas bancárias ou cartões de créditos.

Esses sites ainda podem, durante a navegação do usuário, ao clicar de um link, realizar a instalação de algum código malicioso no dispositivo do usuário.

Todas essas ações podem roubar dados dos usuários ou fornecer o controle total de seu dispositivo, deixando-o vulnerável para várias outras ações criminosas.

Entretanto, observando algumas dicas de segurança será possível identificar sites que foram criados para esses fins maliciosos.

  1. Verifique a extensão do site - Essa dica é fundamental. Se você está acessando o site do seu banco, por exemplo, e o endereço é estranho (o mais correto seria www.nomedobanco.com.br), então há boas chances de ser um site fraudulento. Desconfie também de sites escritos na língua portuguesa que não possuam o domínio .com.br. (exemplo: negociodachina.com ou madeinparaguai.net)
  2. Pesquise o nome do site no Google – pesquisar o nome do site no Google pode dar uma noção sobre o que as pessoas estão falando desse site e assim verificar se o site é idôneo.
  3. Analise a reputação do site – Existem algumas ferramentas na própria Web que servem para analisar a reputação técnica do site ou se o site possui algum tipo de código malicioso. No endereço www.urlvoid.com é possível realizar essa verificação.
  4. Procure uma conexão segura – Os sites com certificados de conexão segura possuem no seu endereço web o “https://” em vez do “http://” (a diferença está na letra “s” depois do http). Fique atento a esse detalhe.
  5. Cuidado com os links maliciosos - Enviados por e-mail, redes sociais, SMS ou outro vetor, links maliciosos utilizam a técnica phishing, que consiste em induzir o internauta a clicar nesse atalho.

Assim, clicando nesse link, poderá ocorrer a instalação oculta de um código malicioso, no dispositivo do internauta, ou ainda poderá redirecioná-lo para uma página maliciosa.

Essas dicas são muito valiosas para evitar cair nas armadilhas digitais da web. Não esquecendo nunca, é claro, de controlar a curiosidade.

Na maioria dos casos, é a curiosidade que leva o internauta a fisgar as iscas lançadas no mundo digital pelos cibercriminosos de plantão.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados