search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Após chuva, ruas de Alfredo Chaves alagam e preocupam moradores

Notícias

Publicidade | Anuncie

Cidades

Após chuva, ruas de Alfredo Chaves alagam e preocupam moradores


Ruas de Alfredo Chaves alagadas após chuva (Foto: Clóvis Rangel)
Ruas de Alfredo Chaves alagadas após chuva (Foto: Clóvis Rangel)
Em menos de uma hora de chuva forte em Alfredo Chaves, algumas ruas da cidade ficaram alagadas e preocupam os moradores. A chuva forte foi registrada pela Defesa Civil entre 13h e 14h nesta segunda-feira (22).

É que neste mesmo período, no ano passado, o nível do Rio Benevente subiu e a água invadiu várias casas e estabelecimentos comerciais, deixando 250 pessoas desalojadas na ocasião.

“Recentemente passamos por duas enchentes. Quando chove, todos os moradores já ficam em alerta, principalmente aqueles que moram nas ruas que sempre alagam, como os da rua Dona Macrina, na Sede”, declarou o morador Clóvis Rangel.

Ruas de Alfredo Chaves alagadas após chuva (Foto: Clóvis Rangel)
Ruas de Alfredo Chaves alagadas após chuva (Foto: Clóvis Rangel)
Procurada pela reportagem, a Defesa Civil esclareceu que somente algumas ruas alagaram com as fortes chuvas e que até o momento não há alerta de risco para a cidade.

“Tivemos o registro de chuva forte e pesada durante 50 minutos, e alagou algumas ruas. No bairro Macrina, é sempre uma situação recorrente. Pelo nível que o rio está, acreditamos que ainda não é um estado de alerta. Mas as pessoas precisam ficar atentas, principalmente as que estão em área de risco”, destacou o coordenador da Defesa Civil, Aldinei Cardoso.

Em 43 dias, no ano passado, a população de Alfredo Chaves se viu a obrigada a enfrentar duas enchentes. A primeira delas aconteceu em 17 de janeiro e a segunda no dia 2 de março. Na época, o nível do rio Benevente subiu 6 metros e inundou casas e comércios. Até a entrada da cidade precisou ser bloqueada.

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados