search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Após 40 anos, filhos reencontram a mãe com ajuda das redes sociais

Notícias

Publicidade | Anuncie

Cidades

Após 40 anos, filhos reencontram a mãe com ajuda das redes sociais


Depois de quase 40 anos separados por mais de 123.57 km de distância, três irmãos reencontraram a mãe que não viam desde quando os filhos tinham 8, 7 e 6 anos de idade respectivamente. A família conseguiu encontrar a dona de casa com a ajuda da internet.

Única lembrança que os filhos tinham da mãe. Maria Ferreira no meio (Foto: Acervo Pessoal)
Única lembrança que os filhos tinham da mãe. Maria Ferreira no meio (Foto: Acervo Pessoal)
Uma foto era a única lembrança que Sidney Inácio Batista, de 48 anos; Sidneya Inácio Batista, 47 anos e Sidenilson Inácio Batista, 45 anos tinha da mãe, Maria Ferreira Batista, de 65 anos. Há quatro décadas, ela se divorciou do ex-marido e após ela sair de casa, os filhos foram criados pelo pai e pela avó paterna.

"Nesses 40 anos não tínhamos nenhum contato com nossa mãe. Mas nós nunca desistimos. Eu sempre pensava que poderia passar o tempo que for, mas a gente se reencontraria", destacou Sidney.

Anos depois, a dona de casa se casou novamente e teve sete filhos do segundo casamento, mas dois faleceram. O reencontro reuniu os oito filhos além dos netos e bisnetos.

O encontro

Maria não mora mais em Cariacia, se mudou para Sooretama. Ansiosos para rever a mãe, Sidney saiu de Cariacica junto com sua esposa, a filha e a neta. A outra irmã, Sidneya saiu de Baixo Guandu e todos foram rumo ao reencontro da mãe após quatro décadas distantes. Foram muitas horas de viagem até a cidade onde a mãe mora, mas tudo valeu a pena.

Na foto os filhos que reencontraram a mãe após 40 anos, Sidnei e Sidneia  (Foto: Acervo Pessoal)
Na foto os filhos que reencontraram a mãe após 40 anos, Sidnei e Sidneia (Foto: Acervo Pessoal)

O reencontro da família que aconteceu no último sábado (27), foi marcado por muita emoção. Maria contou que sonhava ver os oito filhos juntos.

“Estou muito alegre, muito grata a Deus e muito feliz. É uma felicidade muito grande ver meus filhos de novo. Não existe nada que possa acabar com essa felicidade. Queremos passar muitos momentos juntos. As festas de fim de ano serão mais especiais agora. Eu sempre pensava neles e tinha certeza no meu coração que Deus iria nos ajudar e nos abençoar com esse reencontro. E essa hora finalmente chegou”, desabafou a dona de casa, após ter a chance de abraçar seus filhos novamente.

Também emocionado, o filho disse que estava se sentindo realizado ao ter a mãe por perto, após mais de quatro décadas de separação. “Nunca recebi um abraço tão gostoso assim”, disse Sidney. Além de rever a mãe, os três filhos ganharam também mais cinco irmãos. Já Maria também ganhou, com o reencontro, netos e uma bisneta.

Na foto os filhos que reencontraram a mãe após 40 anos, Sidnei e Sidneia  (Foto: Acervo Pessoal)
Na foto os filhos que reencontraram a mãe após 40 anos, Sidnei e Sidneia (Foto: Acervo Pessoal)
"Eu me senti nascendo de novo! Sempre tive vontade de conhecer minha mãe e estou realizando um grande sonho. Olha, vou te dizer que precisa ter coração forte pra resistir porque a emoção foi grande. Estou muito feliz e grato por estarmos todos reunidos. Daqui pra frente eu me sinto em outra vida. Quero ficar sempre perto da minha mãe, porque 40 anos longe dela é muito tempo. Pretendo levá-la pra passear e curtirmos vários momentos em família", relatou Sidney.

A filha de Sidney, neta de Maria, Rafaela Machado Batista, de 27 anos também contou que a emoção tomou conta do momento.

"Meu pai e os irmãos sempre quiseram reencontra a mãe. Eu cresci escutando meu pai dizer que era o sonho dele e que um dia encontraria a vovó e a gente sempre falava com ele que no tempo certo isso iria acontecer. Mas era tudo muito difícil, pois não tinha rede social então a dificuldade para realizar este encontro ficava ainda mais difícil Eu também sempre quis conhecer minha avó. O momento em que todos se viram depois de 40 anos foi uma choradeira, uma emoção! Eu nunca vou esquecer o que vivemos neste último sábado", comentou a filha de Sidney,

Ajuda da internet

Para fazer com que esse momento acontecesse, a mulher de Sidney, Patricia Suely Inácio Batista fez muitas pesquisas pelo Facebook. E mesmo recebendo notícias que poderiam desanimá-la, a cabeleireira não desistiu. O objetivo era apenas um: que o marido e os cunhados reencontrassem a mãe.

A família procurava por Maria há anos, mas não tinha o contato dela.

Na foto, filho, filhas, cunhada, neta e bisneta de Maria: Rafaela, Sidneia, Cristiane Francieli, Patrícia e Maria Eduarda (Foto: Acervo Pessoal)
Na foto, filho, filhas, cunhada, neta e bisneta de Maria: Rafaela, Sidneia, Cristiane Francieli, Patrícia e Maria Eduarda (Foto: Acervo Pessoal)
"Meu esposo sempre reclamava que todo mundo tem mãe, que o sonho dele era de reencontrar a mãe dele, conhecê-la, etc. Então eu tomei esta decisão. Já havia procurado ela anos atrás, mas não consegui encontrar nenhum paradeiro. Dessa vez eu consegui encontrar. Foram dias, meses de buscas. Eu nunca desisti, pois sentia que Deus falava comigo que estava próximo deste encontro acontecer, mas para isso eu não deveria parar de procurá-la. Resolvi fazer um post no meu Facebook colocando o nome completo de dona Maria, a idade atual, a data de nascimento e algumas características que ela poderia ter. Pedi que quem tivesse alguma informação sobre o paradeiro dela, me avisasse e deixei meu telefone de contato. Muitas pessoas entraram em contato para falar que a conheciam, outras diziam que ela havia falecido. Mas eu não desisti", contou Patrícia.

Patrícia conseguiu contato com um dos filhos do segundo casamento da dona de casa e foi ele quem intermediou o primeiro contato da família.

Até que um dia, o filho dela, Emanoel entrou em contato comigo e eu pude explicar porque estava procurando-a. Ele me ajudou e intermediou o contato via chamada de vídeo de Sidney e sua mãe. Meu marido conseguiu conversar e ver dona Maria por chamada de vídeo após 40 anos sem notícias, mas ainda faltava o abraço, que aconteceu anos depois da separação dos filhos e da mãe. Foi um momento muito emocionante! Não tem nem como descrever", relembrou Patrícia.

A família ainda está reunida em Sooretama e vão ficar ficar mais dias na região. É hora de matar a saudade e já planejar as próximas visitas. "Se Deus quiser vamos ter muitos momentos juntos, todos unidos", comemorou Maria.
 

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados