search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Alerta para queda de cabelos no isolamento
AT em Família

Alerta para queda de cabelos no isolamento

Ficar por mais tempo em casa, em quarentena, mudou muitos hábitos das pessoas, e um deles é o de lavar os cabelos com frequência. Tanto que um levantamento da multinacional Unilever revelou queda de 25% na demanda por xampus e condicionadores nesse período.

Especialistas alertam que lavar os cabelos com frequência previne a queda dos fios, caspas, fungos e bactérias (Foto: Freepik)
Especialistas alertam que lavar os cabelos com frequência previne a queda dos fios, caspas, fungos e bactérias (Foto: Freepik)
Muitos não sabem, mas o hábito de lavar os cabelos é um dos fatores que devem ser considerados no combate à queda capilar.

Segundo o angiologista especialista em fortalecimento dos fios, Álvaro Pereira, “o problema tem se acentuado nesta quarentena, já que as pessoas estão sofrendo forte sobrecarga emocional como picos de estresse e ansiedade, por conta da insegurança do cenário de pandemia (da Covid-19)”.

A dermatologista Karina Mazzini pontuou que, para ter cuidados em casa com os fios, o ideal é escová-los sempre, mantê-los limpos e utilizar produtos voltados para cada tipo de cabelo.

“Nestes tempos de isolamento social, se a situação se agravar e ocorrer um aumento na queda de cabelos ou outros sintomas que podem ser classificados como doenças capilares, o correto é procurar um dermatologista”, disse.

Já a dermatologista Irene Baldi, alertou que deixar de lavar os cabelos pode afetar o crescimento dos fios. “Quando o cabelo está mais sujo, o poro fica mais obstruído e isso chega até a comprometer um pouco o crescimento dos fios, além de induzir a queda, visto que bactérias e fungos se instalam nessa região”, destacou.

A fisioterapeuta dermatofuncional Marcela Rodrigues ponderou que muitas pessoas deixam de lavar o cabelo com medo de ver os fios caírem. “Isso faz com que o couro cabeludo fique mais oleoso e propenso a desenvolver caspas e até seborreia (escamação e vermelhidão no couro cabeludo)”.

Para a a tricologista do Hair & Spa Concept Vitória, Roberta Gomes, a lavagem devolve nutrição, aminoácidos e proteínas aos cabelos: tudo o que o fio e o couro cabeludo precisam.

“Quando se usa um xampu próprio para os cabelos, não apenas se está limpando o couro cabeludo, removendo células mortas e todas as impurezas, como também se está limpando o fio. Quem tem oleosidade em excesso precisa lavar os cabelos todos os dias. Quem não tem deve lavar dia sim, dia não, no máximo com intervalo de dois dias entre as lavagens”, orientou.

 (Foto: Jornal A Tribuna)
(Foto: Jornal A Tribuna)


Dicas para cuidar dos cabelos


Couro cabeludo
- Para o cabelo ser bonito, o couro cabeludo precisa ser saudável.
- Para isso, é indicada uma esfoliação do couro cabeludo para remover impurezas e oleosidade, e também para desobstruir os folículos, promovendo uma limpeza suave e profunda.
- A medida ativa a microcirculação e favorece a regularização da microbiota capilar, ativando o nascimento de novos fios e o crescimento do cabelo.

Os cabelos devem ser penteados, tanto antes quanto depois de serem lavados para evitar queda (Foto: Pinterest)
Os cabelos devem ser penteados, tanto antes quanto depois de serem lavados para evitar queda (Foto: Pinterest)
Lavagem dos fios
- Lavar o cabelo com água fria. Pessoas que lavam o cabelo com água quente, ou fazem uso de secadores e pranchas, tendem a ter o cabelo mais oleoso e com mais chances de queda por causa dessa fonte de calor.
- O ideal é usar um xampu para o couro cabeludo e outro para os fios. Na falta dos dois produtos - É importante passar o xampu apenas no couro cabeludo.
- O produto deve conter ativos para atender às necessidades do couro cabeludo.
- É indicado massagear com firmeza, mas sem machucar a região, e deixar que o restante do - produto misturado à água de enxágue higienize o comprimento dos fios.
- Finalizar com condicionador formulado com ativos como aminoácidos, vitaminas, proteínas,

Manteigas e óleos essenciais.
- Os produtos com bases mais naturais são menos agressivos que aqueles que contêm sal e demais componentes químicos. Esses últimos podem prejudicar os fios.
- Não dormir com o cabelo molhado. O cabelo demora a secar em contato com a espuma do travesseiro e esse material aquece e pode fazer com que a raiz produza mais óleo e fique mais úmida, favorecendo também a queda.

Tratamentos
- Orais: suplementos vitamínicos, aminoácidos e indutores de colágeno, entre outros.
- Procedimentos em consultórios: laser, LED, aplicações intradérmicas (dentro da pele) e injeções transdérmicas (também dentro da pele).
- Medicamentos: Minoxidil, Espironolactona e Alfaestrdiol, entre outros.

Cereais nutrem o couro cabeludo (Foto: Pinterest)
Cereais nutrem o couro cabeludo (Foto: Pinterest)
Hidratação e nutrição
- O ideal é usar xampu indicado pelo terapeuta capilar para a nutrição, devolução de matéria e reconstrução dos fios.
- Os produtos tratam os cabelos de dentro para fora.
- Cabelos ressecados vão precisar de produtos mais hidratantes e emolientes, enquanto os danificados demandam reconstrução e nutrição.
- Algumas receitas caseiras com abacate, ovos e óleo de coco ajudam a hidratar os fios.
- Distribuir o creme de hidratação só pelo comprimento, sem encostar na raiz.

Escovação
- É recomendado escovar os cabelos antes da lavagem ou hidratação para que a circulação seja ativada.
- Os cabelos devem ser escovados diariamente, independentemente de qualquer coisa.

Alimentação
- Ovos, carne e leite são fontes de proteína, que é importante para o fortalecimento do cabelo.
- Cereais integrais são ricos em vitaminas do complexo B, que nutrem o couro cabeludo.
- Evitar comidas ricas em gorduras.

Fonte: Especialistas citados.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados