search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Alerta para aparelho que indica pneumonia

Notícias

Publicidade | Anuncie

Coronavírus

Alerta para aparelho que indica pneumonia


Oxímetro: aparelho já  está em falta nas farmácias e lojas  especializadas (Foto: Divulgação )
Oxímetro: aparelho já está em falta nas farmácias e lojas especializadas (Foto: Divulgação )
Nos últimos dias, tem sido grande a procura em farmácias e lojas de produtos hospitalares pelo oxímetro, aparelho usado para medir o nível de oxigênio no sangue.

O motivo foi a publicação de um artigo do médico norte-americano Richard Levitan em coluna do jornal The New York Times indicando o artefato para detectar casos graves de pneumonia, o que poderia ser provocado pelo novo coronavírus.

A esperança de um teste rápido para a doença que já contaminou mais de 85 mil pessoas no Brasil fez com que o produto, que custa entre R$ 100 e R$ 200, se esgotasse em vários sites. Em muitas farmácias o oxímetro está em falta.

Porém, especialistas não veem benefício no uso do aparelho como teste para a doença. A Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT) não recomenda o uso irrestrito de oxímetro domiciliar durante a pandemia.

“Não existe indicação do uso de oxímetro domiciliar em indivíduos sem doenças pulmonares crônicas ou como método de diagnóstico precoce da Covid-19. Sugerimos que a decisão de usar ou não o oxímetro fique a cargo do médico”, afirma a nota da entidade.

O médico pneumologista e professor da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) Valdério Dettoni explica que a medição da saturação de oxigênio está no protocolo de atendimento de pacientes que vão ao serviço de urgência, mas isso não quer dizer que a pessoa pode se autoavaliar em casa e achar que ela deve ir ou não para o hospital baseada nesse resultado.

“O oxímetro é um aparelho que o pneumologista usa em praticamente todas as consultas e as pessoas internadas em UTI usam continuamente para medir a saturação da hemoglobina, se o oxigênio está sendo transportado na quantidade necessária. Ele só serve para isso”, alerta.

O pneumologista e clínico geral Noslen de Abreu Salles afirma não ser contra o uso doméstico do oxímetro, desde que seja para pacientes que já possuam uma doença respiratória, e nunca como teste para o novo coronavírus.

“O aparelho seria recomendado para quem foi diagnosticado com o coronavírus e está em isolamento em casa monitorando saturação do oxigênio, mas nunca como teste para uma pessoa assintomática”.

“No lugar de se basear pelo oxímetro, o paciente tem de ficar atento a outros indicadores, como febre, tosse seca, anosmia (perda de olfato). A saturação de oxigênio no sangue pode ser um exame complementar, mas não um diagnóstico para Covid-19”, explica o pneumologista Alípio César.

SAIBA MAIS

Atenção para outros sintomas da Covid-19

Conheça o uso correto do oxímetro
> O oxímetro serve para medir o nível de oxigênio (saturação de oxigênio) no sangue e tem a sua praticidade como principal característica.
> O pequeno dispositivo tem formato de pregador ou clipe e deve ser conectado em uma extremidade do corpo, como a ponta do dedo.
> O padrão médico é uma medição que esteve variando entre 92 e 96% de concentração de oxigênio. Atletas e corredores podem apresentar índices um pouco maiores.
> O aparelho serve para avaliar nos pacientes possível síndrome de dificuldade respiratória. Uma medição igual ou inferior a 89% pode indicar uma falta de oxigenação, o que é considerado grave.
> Especialistas recomendam que o aparelho seja usado por pacientes que tiveram testes positivos para o coronavírus.
> Médicos pneumatologistas alertam que o paciente pode sentir falta de ar sem que a oxigenação caia, por isso pedem atenção para outros sintomas da Covid-19: febre, dores de cabeça e no corpo, coriza.

Fonte: Médicos consultados.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados