search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Adolescente é encontrada morta em Cariacica

Notícias

Publicidade | Anuncie

Polícia

Adolescente é encontrada morta em Cariacica


Uma mulher de 17 anos foi brutalmente assassinada em Castelo Branco, Cariacica, na madrugada deste sábado (04). O corpo de Carolina Oliveira Leal foi encontrado no quintal de uma casa abandonada, com a cabeça esmagada por um vaso sanitário.

Foi um morador que encontrou o cadáver da adolescente e avisou à família da vítima, na manhã deste sábado. Testemunhas contaram que viram ela sendo agredida por um homem durante a madrugada, pela rua Quinze de Novembro.

Depois, os dois teriam subido até a rua Josué Prado, onde fica a casa abandonada. No chão entre os endereços, ainda dava para notar um caminho feito por pingos de sangue.

Carolina Oliveira Leal  (Foto: Reprodução)
Carolina Oliveira Leal (Foto: Reprodução)

De acordo com as irmãs de Carolina, a jovem era usuária de drogas há pelo menos 4 anos, e o crime pode ter relação com isso. Na noite de sexta, ela não teria dormido na casa da mãe, onde morava, no mesmo bairro. A suspeita de familiares é que ela tenha ido até um quintal na região para consumir os entorpecentes durante a noite.

Carolina deixou um filho de 7 meses. "A gente sempre pedia para ela sair dessa vida, mas não adiantava. Pensamos que, depois de ter tido o filho, ela poderia mudar. Tanto que, atualmente, ela estava recebendo o auxílio e dando todo o dinheiro para nossa mãe cuidar da criança. Mas não adiantou", lamentou uma irmã dela, sem se identificar.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados