search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Abandonados, estados avançam em auxílios
Coluna do Estadão

Andreza Matais e Marcelo de Moraes


Abandonados, estados avançam em auxílios

Jair Bolsonaro reafirmou com novas declarações na linha “mortes são inevitáveis” o que governadores já sabiam, mas Arthur Lira e Rodrigo Pacheco fingem desconhecer: combater efetivamente a pandemia não é a prioridade do Presidente.

Essa tarefa foi delegada a estados e municípios, que sofrem com a falta de vacinas, com as UTIs lotadas, com o desgaste do confinamento e estão abandonados pelo Congresso.

Cientes desse jogo, os governadores tentam avançar por conta própria na compra de vacinas e até em programas de transferência de renda.

Antídoto. Na economia, para tentar evitar que Bolsonaro continue posando de “defensor dos empregos” enquanto empurra a conta da crise para os governadores e capitaliza popularidade com o auxílio emergencial, diversos estados também avançaram na concessão de benefícios sociais.

Antídoto II. Esses auxílios estaduais muitas vezes têm valores pagos aos cidadãos mais altos do que os do federal e atendem um número maior de categorias.

Ajuda própria. O Pará, por exemplo, iniciou o pagamento de R$ 500 mensais a autônomos, além de pequenos comerciantes e população mais carente. Em São Paulo, o governo do estado turbinou seus programas sociais.

Tiro na água? Para Bruno Soller, do Instituto Travessia, de análises e pesquisas, a redução do valor da ajuda federal, que passou de R$ 600 para R$ 250, em média, pode frustrar a população porque não atende as necessidades das famílias, ainda mais em um cenário de aumento de preços.

CLICK. O perfil do Ministério da Infraestrutura nas redes brincou com funk que fala de “martelar” quando Tarcísio Freitas bateu o martelo no leilão de
aeroportos.

Mais… O impasse em torno do Orçamento não chegou ao fim, mas a expectativa é de que o episódio deixe marcas na relação do governo com o Congresso, segundo palacianos.

...problema. Mesmo que a cúpula do Congresso ceda um pouco e a equipe econômica também, o Planalto sabe que os recursos para 2021 são os mais importantes desta legislatura: abrirá caminho para reeleições. Perder uma fatia gorda de emendas será doloroso.

Atolado. Um palaciano afirma que Paulo Guedes está para o Orçamento assim como o navio Evergreen estava para o Canal de Suez: encalhado.

No vermelho. O saldo do primeiro dia de julgamento no Supremo sobre a realização de cultos e missas na pandemia foi negativo para o procurador-geral da República, Augusto Aras.

No vermelho II. Aras disse durante o julgamento que a “ciência salva vidas, a fé também”. A frase caiu muito mal na Corte. Foi lida com aceno ao Presidente de que o procurador está disposto a qualquer coisa para ficar com a vaga de Marco Aurélio Mello.

Oiê! No intervalo da sessão, André Mendonça, concorrente de Aras na luta pela vaga, deu um pulinho na sala de Luiz Fux para se “reapresentar”: lembrou que estava de volta à AGU e se colocou à disposição. A visita de cortesia durou cerca de dez minutos.

Aposta. O secretário de Segurança Pública do Ceará, Sandro Caron, é o mais cotado entre integrantes da PF para assumir a inteligência da corporação. Ele já foi superintendente no Ceará e no Rio Grande do Sul.

Pronto, falei!
Sobre a mensagem de Fausto Ribeiro
a funcionários do banco

"Parece minha tia Finoca dizendo que dinheiro é no Banco do Brasil, porque só quebra se o País quebrar"

Arthur Virgílio Neto, ex-prefeito de Manaus pelo PSDB

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Coluna do Estadão

Insinuação de Bolsonaro preocupa o Butantan

O timing não poderia ter sido pior. O Butantan acompanhou estarrecido a insinuação do presidente Jair Bolsonaro de que a China fez “guerra química” com o coronavírus. Produtor da Coronavac, o …


Exclusivo
Coluna do Estadão

CPI vê carta como primeira “prova” de omissão

A despeito de seu potencial “viralizante”, a afirmação de Luiz Henrique Mandetta de que Jair Bolsonaro queria um decreto para incluir Covid-19 na bula da cloroquina, a sala de comando da CPI se …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Dificuldade do Planalto: Mandetta não é Moro

O depoimento de Luiz Henrique Mandetta na CPI da Covid traz desafio adicional a Jair Bolsonaro: encontrar governistas com nível de “sangue nos olhos” suficiente para dar “carrinhos por trás” no …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Busca por “CPI” no Google bate recorde

Em uma semana de CPI da Covid, o interesse de busca no Google pelo termo “CPI” já bateu recorde para os últimos 16 anos: desde a dos Correios, que investigou o mensalão, a palavra não era tão …


Exclusivo
Coluna do Estadão

CPI já muda projeções de cenários para 2022

A preço de hoje, a CPI da Covid deverá ter impacto imobilizador no governo se escancarar erros e omissões no combate à pandemia, avaliam os políticos mais rodados de Brasília. Em um cenário de …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Em jantar, Temer anuncia “Ponte para o Futuro 2”

Depois da rodada de jantares com Jair Bolsonaro, Arthur Lira (PP-AL) e Rodrigo Pacheco (DEM-MG), o empresário Washington Cinel promoveu encontro para homenagear Michel Temer, na noite de quinta-feira …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Hora de aprender lições que chegam do exterior

O desenrolar da tragédia brasileira mostra que nem o governo nem uma grande quantidade de brasileiros aprendeu muito com o sacrifício de nossos 400 mil compatriotas: o mundo nos avisa sobre uma …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Embaixador da Índia vê “ferocidade” no vírus

O embaixador da Índia no Brasil, Suresh Reddy, afirmou à Coluna acreditar que o aumento no número de casos de covid-19 no seu país se deve, entre outros fatores, a uma mudança de comportamento da …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Sem Sputnik, estados esperam agora o STF

Depois de a Anvisa ter negado a importação da Sputnik V, a expectativa entre os governadores do Nordeste é de que o ministro Ricardo Lewandowski autorize a compra dos imunizantes. Acham que não …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Renan vira pesadelo para o Planalto na CPI

Não durou muito a conversa de Jair Bolsonaro de que não teme a CPI. As ações coordenadas de governistas nos últimos dias, com o próprio Presidente à frente de algumas delas, deixaram claro: o …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados