search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

A polêmica da abertura das igrejas
Plenário
Fabiana Tostes

Fabiana Tostes


A polêmica da abertura das igrejas

A possibilidade de igrejas realizarem cultos e missas presenciais será debatida no plenário do STF amanhã, após liminares opostas serem dadas pelos ministros Kássio Nunes (que liberou) e Gilmar Mendes (que proibiu). A polêmica não é de hoje.

Está em vigor desde julho do ano passado a lei 11.151, de autoria do deputado Pastor Mansur, que considera as igrejas como atividades essenciais. Em vários municípios do Estado também foi aprovada a mesma lei, numa forma de garantir as atividades dos templos mesmo no pior momento da pandemia.

Antes de decretar medidas mais rígidas na quarentena, o governador reuniu 60 lideranças religiosas e pediu que as celebrações fossem online. Mas não decretou, apenas recomendou. A Igreja Maranata cancelou os cultos presenciais e as igrejas Assembleia de Deus e Batista deixaram a cargo das igrejas locais – algumas não abriram mão das reuniões presenciais. A Arquidiocese de Vitória instruiu que as igrejas fiquem abertas para receber os fiéis, mas que as missas sejam online.

Incitação à violência
No final de semana, o ex-deputado Roberto Jefferson gravou um vídeo ensinando membros de igreja a agredirem “o satanás que quer fechar a igreja”, com paus, inseticidas e taco de beisebol. O vídeo foi compartilhado pelo pastor Silas Malafaia. Associações de policiais e guardas reagiram, alegando ameaças aos agentes de segurança. O vídeo foi tirado do ar.

Sob nova direção
Conforme a coluna Plenário noticiou no último dia 26, a presidência estadual do partido Avante mudou de mãos. “Acabo de assumir no meu Estado a presidência do Avante, com sentimento de responsabilidade e orgulho capixaba”, escreveu ontem, em seu Instagram, o empresário Marcel Carone. A antiga cúpula do partido migrou para o Pros.

 (Foto: AT) (Foto: AT)

“Muro é para gato andar”
O presidente da Assembleia, Erick Musso, usou ontem suas redes sociais para uma pequena “análise” que mais pareceu um recado para alguém: “Líder é quem tem coragem de tomar decisão, com pulso firme e sempre em favor do povo. O muro foi feito para gato andar e para caco de garrafa”.

Sobrou pra ele
O deputado estadual Rafael Favatto não se considera base aliada do governo, mas um parlamentar independente. Porém, na sessão de ontem, ele atuou – com esclarecimentos e informações a questões e discursos da oposição – mais do que toda a base aliada junta. “É importante trazer a informação correta”.
Em tempo: chamou a atenção como vereadores de Vitória, da base do prefeito Pazolini, “bateram” no governo estadual na sessão, ontem.

Mais um capítulo...
O imbróglio entre o governo e o deputado federal Evair de Melo (PP) não ficou restrito ao governador e ao secretário da Saúde. A vice-governadora, Jaqueline Moraes, também rebateu o deputado sobre a postagem dos respiradores, publicando número de ofícios nos comentários que desmentiriam a postagem dele. “Só fui para as redes (sociais) depois de dezenas de tentativas oficiais, reuniões da bancada e tratativas pessoais sem sucesso”, disse Evair.

Galeria

Recuperado
O subsecretário estadual da Saúde Luiz Carlos Reblin se recuperou da Covid e ontem voltou à ativa.

Novas cepas
O secretário da Saúde, Nésio Fernandes, disse que a variante do coronavírus com maior impacto no Estado é a inglesa e não a amazonense.

Pior momento da pandemia
E o gás de cozinha subiu de novo!

Luto
O ex-vereador de Cachoeiro por 29 anos Juarez Matta morreu no último dia 1º de Covid. Ele era cunhado do deputado Hércules Silveira, que pediu 1 minuto de silêncio, ontem na Ales.

Conscientização
O vereador de Vitória Leandro Piquet protocolou projeto de lei para conscientizar estudantes do 3º ao 5º anos da rede municipal sobre a importância da doação de órgãos.


 

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados