search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

A pedra cantada
Gilmar Ferreira
Gilmar Ferreira

Gilmar Ferreira


A pedra cantada

Um ano depois de deixar o Vasco triste e inconformado por não ter seu projeto de um time mais forte aprovado pela diretoria, Vanderlei Luxemburgo está de volta ao Vasco. E num plano emergencial para tentar salvar o clube de mais uma queda nos últimos 12 jogos do Brasileirão.

A “operação retorno” já tem a assinatura da gestão do presidente Jorge Salgado, que só tomará posse oficialmente no próximo dia 20. E, atende o desejo dos vascaínos que nunca aceitaram muito bem a saída dele no dia 8 de dezembro do 2019.

Mas o curioso (e isso é bom que se diga), é que Luxemburgo só deixou São Januário porque não teve as garantias de que o elenco seria reforçado com ao menos quatro jogadores de bom nível: lateral, volante, meia e centroavante.

Todos numa faixa salarial mais elevada (em torno dos R$ 400 mil/mensais) que exigiria um incremento no orçamento.

Estopim

Tal pedido acabou sendo o estopim para o rompimento do presidente Alexandre Campello com o seu vice de Controladoria. Adriano Mendes não apenas era contra o incremento, como defendia a redução do orçamento de 2019.

Vanderlei foi embora, e o executivo do BNDS, sentindo-se magoado, deixou a administração alegando “divergências” ideológicas” ao saber que Campello acertara a chegada do argentino German Cano.

O que queria Vanderlei? Impedir que o Vasco voltasse a viver a situação que hoje encara, com um time limitado, cheio de dificuldades para manter o clube de pé na Série A. O curioso é que o mesmo Adriano que vetou o projeto do técnico será, em semanas, quem estará de volta ao controle orçamentário do clube.

Que desta vez, então, os homens das planilhas sejam mais flexíveis aos do futebol. E entendam que não é “mediocrizando” o elenco que se paga o endividamento de décadas. Um rebaixamento à Série B custa muito mais caro do que o milhão e meio a mais no orçamento do clube. Ninguém nunca disse que é fácil. Só que é preciso conhecimento e competência para conduzir a missão.
 

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas Impressões...

A temporada de 2020 ainda não terminou para Grêmio e Palmeiras que ontem fizeram a primeira das duas partidas que apontarão o campeão da Copa do Brasil. Mas a temporada 2021 já começou em vários …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

O comando...

Rogério Ceni ficará no Flamengo para mais uma temporada de vitórias. E não sei porque ainda levantam suspeitas sobre seu futuro no clube. Afinal, antes mesmo da conquista do bicampeonato …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Octa danado

A conquista do oitavo título Brasileiro do Flamengo não deve ser analisada de forma isolada, com base no desempenho do time na derrota de 2 a 1 para o São Paulo, no Morumbi. Tampouco com o rali …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Fica a dica

Levou pouco mais de 20 anos para a CBF, criada em 1980, assumir, em definitivo, que o futebol brasileiro devesse ter um campeonato nacional por pontos corridos, reunindo apenas 20 clubes e procurando …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões...

É plenamente compreensível a euforia dos torcedores do Flamengo com a vitória que coloca o time na liderança da Série A do Brasileiro a uma rodada do término. O oitavo título depende de uma …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

DNA de vencedor...

O saldo do Flamengo é dos mais positivos – à altura do elenco montado com o investimento inicial superior a R$ 200 milhões. E essa balança favorável entre expectativa e realidade é o que faz do time …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Sem saída...

Dissidências políticas, conluios para o esvaziamento da diretoria administrativa, discussão sobre o processo eleitoral, torcedores se enfrentando nas redes sociais na defesa dos cartolas de estimação…


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Aspirante tricolor...

A campanha do Fluminense no Brasileirão, disputando com São Paulo e Atlético/MG uma vaga no G-4, consolida a filosofia do seu departamento de futebol, que sofreu com os impactos financeiros trazidos …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões...

Faz tempo que alerto aqui para a necessidade de a CBF “ajustar” os parâmetros no relacionamento entre árbitros e clubes para, no mínimo, mitigar os possíveis problemas (perfeitamente compreensíveis) …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Concentração e reza forte...

O Flamengo foi o único dos 20 clubes da Série A que somou dez pontos nas últimas quatro rodadas do Brasileiro. E essa arrancada iniciada com a maratona de jogos fora do Rio de Janeiro indica que …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados