search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

"A lei é ficar dentro de casa", diz Ivete Sangalo

Entretenimento

Publicidade | Anuncie

Famosos

"A lei é ficar dentro de casa", diz Ivete Sangalo


Em uma longa live feita via Instagram na madrugada desta sexta-feira (3), Ivete Sangalo, 47, defendeu a importância das pessoas ficarem em casa para o combate à pandemia do novo coronavírus."É uma atitude determinante. Você respeita o coletivo. Isso é empatia", disse. "A lei é ficar dentro de casa".

Ao mesmo tempo, ela falou sobre a importância de ouvir e tentar compreender a situação de quem precisa sair para trabalhar. A cantora lembrou que o mundo vive uma realidade nova, em que as pessoas não sabem exatamente o que é certo ou errado.

Em meio a várias canções, que cantou segurando a escova de cabelos das filhas como se fosse um microfone, Ivete fez uma rara manifestação sobre causas sociais, abordando assuntos como o racismo e a violência.

Ivete Sangalo no DVD Live Experience (Foto: Divulgação/Rafa Mattei)
Ivete Sangalo no DVD Live Experience (Foto: Divulgação/Rafa Mattei)

Em um longo discurso contra o racismo, por exemplo, ela mencionou o empresário Rodrigo Branco, de quem é amiga. Rodrigo afirmou durante uma live que a jornalista Maria Júlia Coutinho, a Maju, apresentadora do Jornal Hoje (Globo), é "horrível" e "está à frente do telejornal por causa da cor de sua pele".

Ele também menosprezou a torcida pela médica Thelma, uma das participantes do Big Brother Brasil 20, dizendo que ela tem torcedores porque "é negra, coitada".

Ivete ligou para o amigo e perguntou sobre o ocorrido. Rodrigo disse a ela que está triste. "Há que se perder para ganhar alguma coisa", respondeu a cantora, ressaltando a importância de desenvolver a empatia, mesmo sendo uma pessoa que não sabe o que é ser discriminada e considerada diferente.

Ivete fez questão de afirmar que discorda totalmente da postura do empresário e chamou o racismo de ignorância. Ela pediu para as pessoas respirarem e pensarem antes de falar algo ruim sobre os outros.
Ivete também questionou os defensores de armas, sem citar nomes. "Só piora as coisas", opinou. "Deu vontade de falar e falei".

A cantora contou que gostaria de fazer mais lives durante o período de isolamento social, mas passa o dia cuidando de seus três filhos em seu apartamento em Salvador (BA). "Vou tentar fazer mais, na hora que der, na hora que 'mainha' estiver livre".

Durante a transmissão, ela apresentou um repertório dançante e algumas músicas românticas. Em alguns momentos, levantou para pular, como faz nos shows, e se emocionou ao cantar "Quando a chuva passar". "Vai passar", disse.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados