X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Encantos em montanha, praias e lagoas da Serra

O município é o destino ideal para quem gosta de mar. A cidade possui 23 quilômetros de litoral, além de um complexo de lagoas


Imagem ilustrativa da imagem Encantos em montanha, praias e lagoas da Serra
Mestre Álvaro é procurado por praticantes de trekking, pois possui trilhas que escondem córregos, cachoeiras e vegetação exuberante, além de proporcionar uma vista maravilhosa da cidade |  Foto: Divulgação/PMS

São 23 quilômetros de litoral e cinco balneários ao longo deles, um complexo de lagoas e uma das montanhas mais importantes do Estado. Não é à toa que a Serra encanta visitantes de todos os cantos. Conhecida pelas paisagens naturais e pela riqueza cultural, a cidade é um destino muito  procurado por turistas.

LEIA TAMBÉM

Veja as maravilhas de Cariacica que estão na rota do turismo nacional

Caçadores na TV: Venda Nova do Imigrante, capital nacional do Agroturismo

Roteiro com dunas, trilhas e praias desertas no Norte do ES

Jacaraípe, Manguinhos, Nova Almeida, Bicanga e Carapebus atraem públicos de diversos perfis, porque possuem desde águas mais calmas, para as famílias aproveitarem com crianças, até o  mar mais movimentado, ideal para os surfistas pegarem ondas. 

“A Serra tem paisagens com praias quase desertas, águas claras com temperatura mais amena e diversas piscinas naturais. Cada praia tem um jeito particular de encantar os frequentadores”, disse  o guia de turismo Fábio Barros. 

Ao longo da orla, diversos estabelecimentos, entre pousadas, bares, restaurantes e outros comércios, oferecem a infraestrutura de que os visitantes necessitam. 

A estudante de Direito Letícia Alvim, 17, é de Mutum,  Minas Gerais, e, desde pequena, passa férias no Espírito Santo. “Minha família sempre vai para Nova Almeida. Também gostamos muito de Manguinhos e Carapebus”, contou.

Em Jacaraípe, além das praias, a Lagoa do Juara é destino certo dos turistas, que saboreiam por lá a culinária local, no restaurante da Associação de Pescadores. 

Apesar de o nome do município dar ideia de relevo, a Serra é bem plana. A montanha que chama atenção na cidade é o Mestre Álvaro, opção de passeio para quem gosta de aventura. Com 833 metros de altura, ele é considerado uma das maiores elevações litorâneas da costa brasileira. 

“Dizem até que Mestre Álvaro é uma modificação de ‘mestre alvo’, por ser ele o principal ponto em terra a ser visto em alto-mar. É muito procurado por praticantes de caminhada e trekking, pois possui trilhas que escondem córregos, cachoeiras e vegetação exuberante, além de proporcionar uma vista maravilhosa a quem chega ao topo dele”, disse o guia Fábio Barros.

*KR Comunicação

Caminhos da fé cheios de história

A Serra é conhecida, também, pelo circuito religioso. A Igreja dos  Reis Magos é um dos pontos mais visitados do município. Inaugurada em 1615, foi construída pelos jesuítas com os índios Tupiniquins e tombada como patrimônio histórico e cultural em 1943.

O primeiro templo religioso construído no município, entretanto, foi a Igreja de Nossa Senhora da Conceição, em Serra-Sede. Fundada em 1556, a arquitetura atual da igreja foi concluída em 1769. O interior dela possui pinturas do artista Walter Francisco de Assis, considerado o maior pintor serrano de todos os tempos.

Outro sítio histórico do município é o de Queimado, que foi palco de uma das maiores revoltas de escravos do Brasil. Composto pelas Ruínas da Igreja de São José e pelos resquícios arqueológicos do povoado, foi tombado pelo Conselho Estadual de Cultura em 1993.

Na região conhecida como Carapina Velha, a Igreja de São João Batista é outro marco do período jesuítico na cidade. O sítio histórico é formado por igreja, ruínas do antigo casarão e cemitério.

Das falésias ao tradicional quindim

Do alto da ponte que liga Fundão e Serra, é possível avistar as belezas que fazem de Nova Almeida um dos balneários mais frequentados do município: o mar, as falésias, a Igreja dos Reis Magos e o centro comercial onde é possível encontrar delícias que são tradição do lugar, como o quindim.

“As falésias, além de serem um dos cenários instagramáveis do balneário, são ponto de encontro para prática de voo livre”, disse o guia de turismo Fábio Barros.

Tão famoso quanto as falésias é o quindim, doce que virou marca do local. A receita de família vem passando de geração em geração, segundo o empresário Vitor Chagas.

“Meu avô começou a vender quindim em 1950. Meu tio assumiu, passou para o meu pai, e, hoje, eu e minha esposa, Jessica, continuamos o negócio. Por mês, vendemos 7 mil quindins. Em janeiro, esse número sobe para 20 mil”.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: