search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Rua sem esgoto em Cariacica
Qual a Bronca?

Rua sem esgoto em Cariacica

Rua Mel de Abelha não tem esgoto, asfalto e caminhão não sobe (Foto: Beto Morais/AT)
Rua Mel de Abelha não tem esgoto, asfalto e caminhão não sobe (Foto: Beto Morais/AT)

“A rua Mel de Abelha, no bairro Campina Grande, em Cariacica, continua sem ter rede de esgoto, sem calçamento e abandonada pela administração municipal”, denuncia a governanta Vera Lucia Gavazza, que reside no local.

Segundo ela, essa situação atinge praticamente todas as ruas do bairro, mas a situação mais crítica é em sua rua, onde nem o carro do lixo passa para fazer a coleta. “Precisamos subir com os sacos e deixar na rua de cima”.

Vera Lúcia relata que o lixo acaba sendo espalhado por todos os lados pelos porcos que vivem soltos nas ruas, que são criados por outros moradores. “Se a prefeitura colocasse uma caixa coletora pelo menos, isso não aconteceria. Por favor, peço que nos ajudem”.

A Prefeitura de Cariacica orienta a moradora a registrar sua solicitação na Ouvidoria Municipal, no telefone 162.

Nesse contato, será aberto um protocolo com o qual a moradora poderá acompanhar todo o processo interno relativo à sua solicitação. Neste contato deve ser informado endereço completo. De acordo com a Secretaria de Serviços, caso a entrada do caminhão não seja possível por falta de acesso, será enviada uma equipe para uma coleta manual.

Quanto à integração de rede de esgoto nas ruas é de responsabilidade da Cesan. A Cesan informa que não há rede de esgotamento sanitário no bairro Campina Grande.

Cariacica vai receber um investimento de mais de R$ 138 milhões em obras de sistema de esgotamento sanitário e a empresa já está contratada. A próxima etapa é uma Parceria Público-Privada que vai atender a todo município. As obras estão previstas para começarem ainda este ano.

O que diz o leitor

Vera disse que não adianta ligar para Ouvidoria, porque os pedidos dos moradores não são atendidos pela prefeitura

 (Foto: Divulgação/Sebastião Nogueira Neto)
(Foto: Divulgação/Sebastião Nogueira Neto)

Jardim Camburi

Guarda-corpo
Sebastião Nogueira Neto, aposentado

“Em outubro de 2019, denunciei a falta de guarda-corpo num trecho de dois metros de altura, no calçadão. Nada mudou até agora”. A Central de Serviços de Vitória afirma que a proteção neste local precisa ser de aço inox, que não enferruja. Os preços estão sendo pesquisados.

Laranjeiras

Segurança pública
Thalles Ferreira Cardoso, autônomo

“Uma vez que bandidos reagem quando um dos seus são mortos pela polícia, por que não foi destacado um efetivo policial preventivo nas vias próximas ao ocorrido? Cadê o setor de inteligência e o planejamento estratégico dos órgãos de segurança”?

A Secretaria da Segurança Pública alega que não havia informação de que alguém havia sido baleado na região, visto que o suspeito atingido foi socorrido por populares e veio a óbito no hospital. No momento em que os criminosos iniciaram a movimentação, o efetivo da Polícia Militar foi utilizado, com apoio da Polícia Civil, e a situação foi controlada.

Eldorado

Carteira de Identidade
Graciele Gomes Ferreira Bourguignon, dona de casa

“Estou tentando fazer a identidade dos meus filhos e não consigo, já fui em vários lugares, mas, afirmam que é preciso agendar pelo site e não consigo vagas disponíveis em Vitória e na Serra”. A Polícia Civil informa que já repôs o material para emissão das Carteiras de Identidade e as impressões estão em andamento. A previsão é que toda a demanda seja atendida até a primeira semana de março

Orienta que a pessoa pode comparecer na Superintendência de Polícia Técnico-Científica, na Av. Nossa Sra. da Penha, 2.290, Santa Luíza, ou ligar para o telefone 3382-5024.

Praia de Itaparica

Remédio de uso contínuo
Lucélia Barros Sales, dona de casa

“Faço uso contínuo do remédio Ursacol, após uma infecção no fígado, quando tive que amputar os membros inferiores e superiores. Desde 19 de fevereiro ele está em falta”. A gerência de Assistência Farmacêutica da Sesa explica que foi aberto o processo de compra do medicamento e que ele estará disponível no dia 11 de março.

Itapuã

Sinal encoberto
Paulo Cesar Rosetti, corretor de imóveis

“Na rua Belém, sentido Shopping o semáforo está encoberto por árvores o que leva risco aos condutores. Solicito poda”. A Secretaria Serviços Urbanos de Vila Velha orienta o morador a pedir a poda através da Ouvidora no telefone 162.

Carapina

Demora em atendimento
Sandra Mara Matos dos Santos, dona de casa

“Meu marido passou mal no dia 11 e o Samu o levou para a UPA, às duas da madrugada. A médica o deixou numa cadeira até as 15 horas e só quando teve um AVC foi atendê-lo”. A Upa de Carapina esclarece que o paciente foi atendido e realizou exames, sendo diagnosticado com pneumonia. Teve um AVC às 16h e transferido para emergência e posteriormente ao hospital.

Cartas

Coronavírus

As autoridades brasileiras na área da Saúde ainda relutam em divulgar os números absolutos sobre o novo vírus. É tapar o sol com a peneira essa história de amenizar para não causar pânico.

Claro que não se deve provocar pânico na população, mas ficar falando que tá tudo bem, enquanto só aumentam casos da doença, a coisa fica mais complicada. Vamos rezar para que seja passageira mais essa doença. Oremos!

Jacob Lima Gonçalves
Cobilândia – Vila Velha

Dia da Mulher

Dia 8 de março comemora-se o Dia Internacional da Mulher. Entretanto, a mulher ainda sofre com o desrespeito e a intolerância por parte da sociedade.

Em nosso País, com leis brandas e a leniência da Justiça, a violência contra a mulher é crescente e todos os dias ocorrem assassinatos cometidos por seus maridos, companheiros, namorados e estupradores. Até mesmo no trabalho a mulher é subvalorizada.

O Ministro da Justiça tentou através do Congresso Nacional aumentar a pena para esses crimes, foi voto vencido. Nossos congressistas rejeitaram. Salve o Dia da Mulher!

Antônio Cicero de Miranda
Jardim Colorado – Vila Velha

Escola Militar

O município de Viana sai na frente com a Escola Militar. Não existe uma solução para tudo nesta metodologia. O principal é que haja a restauração do patriotismo, o respeito ao semelhante, a pátria e principalmente a Deus.

Independente do sistema tradicional ou militar, precisamos retomar com o ensino de Educação Moral e Cívica também. O legado que deixaremos para as gerações futuras, é de pessoas melhores do que nós!

Valdeci Carvalho Ferreira
Mata da Serra – Serra

Selva de pedra

Sou a favor da policia e das blitze com rigor e da forma como os policiais agem nelas. Só não consigo aceitar a forma como alguns policiais agem com truculência e abuso de autoridade. A PM e a Guarda Municipal de Vila Velha têm alguns indivíduos desse jeito. Infelizmente é são corporações grandes e não tem como separar joio do trigo.

Muitos entram na policia ou na guarda para inflar o seu ego e agem sem qualquer respeito à dignidade humana.

Júlio Cesar Frauches
Ipiranga – Guarapari


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados