Prevenção à osteoporose

Gabriela Rebello (Foto: )
Gabriela Rebello (Foto: )
O Dia Mundial de Prevenção à Osteoporose, que atinge principalmente mulheres após a menopausa e idosos de ambos os sexos, é celebrado amanhã. A osteoporose é uma doença crônica, multifatorial e assintomática, que ocorre quando há uma diminuição progressiva da massa óssea, fazendo com que os ossos se tornem frágeis e propensos às fraturas.

O que muitos não sabem é que para a manutenção de um esqueleto saudável, as medidas de prevenção devem ser feitas nos primeiros anos de vida perdurando durante toda infância, adolescência e maturidade, para que, ao chegar na fase em que não se adquire mais massa óssea, isso não vire um grande risco à saúde, chamado osteoporose.

Dentre as medidas de prevenção, destacamos: exercícios regulares, evitar consumo excessivo de álcool, tabagismo, manutenção de um peso saudável e, claro, manter uma alimentação rica em nutrientes benéficos para os ossos, principalmente com alimentos ricos em cálcio, vitamina D e magnésio.

Pegue papel e caneta e anote quais são os alimentos que não podem faltar no cardápio:
Uma dieta rica em cálcio e proteínas ajuda a manter os ossos fortes e saudáveis. Quando o assunto é osteoporose, o leite e seus derivados são logo lembrados.

Apesar de ser uma importante fonte de cálcio para o organismo, abuse também da couve, rúcula, agrião, brócolis, almeirão, espinafre e outros e vegetais folhosos verde-escuros; leguminosas como feijões, ervilha, lentilha, grão-de-bico e outros; leguminosas como castanha-do-pará, de caju, nozes, macadâmia e outras; além da gema de ovo, bife de fígado, peixes; sementes de girassol, de gergelim e de abóbora.

Ou seja, esqueça as dietas restritivas, o modismo, as lendas de que o leite engorda ou que a lactose é alergênica. O consumo deve ser monitorado e em quantidades adequadas. Segundo a Organização Mundial da Saúde, devemos manter três porções de leite e derivados, como queijo e iogurtes por dia.

Mas atenção! Vale a atenção. Deve-se também evitar consumir alimentos ricos em cálcio acompanhados de alimentos ricos em ferro, porque a absorção tanto do ferro como do cálcio não será eficaz. Por exemplo, deve-se evitar o consumo de produtos lácteos, como iogurtes ou pudim de sobremesa nas refeições principais, como almoço e jantar.=

É também importante controlar a ingestão de sal, cafeína, guaraná, chá-preto e o refrigerante à base de cola, que embora não prejudique a saúde óssea, seu consumo exagerado pode levar a um aumento das perdas de cálcio pela urina.

É importante lembrar que a solução para uma longevidade saudável, com redução dos problemas por ela acometidos, é ter boa qualidade de vida, incluindo atividade física, banho de sol diário e hidratação na medida certa.

É preciso ainda uma alimentação equilibrada e variada, com mais alimentos naturais, preparados de forma simples, evitando alimentos ultraprocessados e aditivos químicos e respeitando a individualidade de cada um.

Dicas anotadas? Encontro vocês na próxima semana!
 


últimas dessa coluna


Em forma no vestido

Aqui no nosso espaço sempre conversamos sobre crianças, idosos, gestantes, homens mas... elas não podem ficar de fora... Isso mesmo! Final de ano chegando e muitas noivinhas correndo atrás dos …


Frutas secas

Manter uma alimentação saudável e com poucas calorias nem sempre é fácil. É preciso planejar as refeições, principalmente os lanches para manter o foco sempre. Mas se você é daqueles que não têm …


Inimigos da boa saúde

Eliminar a gordura da alimentação, comer alimentos crus, consumir produtos diet… isso é realmente o certo a fazer quando se busca uma melhor qualidade de vida? Nossa saúde é o nosso bem mais …


Terrorismo nutricional

A prática de uma alimentação saudável se tornou algo estressante para você? Ah! Não sabe dizer? Então, vamos lá... Você já foi a um almoço de família e levou a própria comida? Já deixou de sair com …


Novembro Azul

Às vezes pode parecer que bato na mesma tecla quando falo da importância dos alimentos em diversas situações. Mas a verdade é que com a escolha certa aumentamos as defesas do nosso organismo, que nos …


A íntima relação entre comida e humor

Quando estamos cansados, queremos comer. Quando estamos tristes, queremos comer. Quando estamos felizes, queremos comer. Só não desejamos comer quando estamos doentes, fazendo ginástica ou dormindo, …


É batata, é doce, mas emagrece

E no mês de outubro iniciamos a safra da batata-doce. Vocês já devem ter ouvido falar que ela é a queridinha das dietas dos atletas, principalmente dos fisiculturistas, certo? Mas, muitos não sabem é …


Cuidado com o excesso de sal!

O sal de mesa é também conhecido como cloreto de sódio, e o problema está no sódio e não no cloreto e devemos observar que ele está presente também em vários produtos industrializados que consumimos …


Beber durante a refeição faz mal?

É muito comum beber algo durante as refeições. Muitos tomam refrigerantes, enquanto outros preferem opções mais naturais, como chás, sucos e água. Mas será que tomar líquidos durante as refeições faz …


O álcool está engordando você?

Você não dispensa aquele chope gelado no fim de semana ou um drinque com os amigos no happy hour? Há muitos fatores que afetam a perda de peso, tornando o processo mais complicado do que pode …