Login

Atualize seus dados

POLÍCIA

Universitário e amigo são mortos a tiros enquanto assistiam a filme em casa

Kelton Lipek, 21, estava na sala com o amigo Luiz Fernando Costa, 24, quando oito bandidos encapuzados invadiram a casa

14/01/2022 14:44:41 min. de leitura

Imagem ilustrativa da imagem Universitário e amigo são mortos a tiros enquanto assistiam a filme em casa
Casa onde os jovens Luiz Fernando e Kelton (destaque) moravam. Eles foram assassinados a tiros em Vitória Foto: Fábio Nunes/AT e rede social
 

Dois jovens foram mortos a tiros enquanto assistiam a um filme dentro de casa, no bairro Fonte Grande, em Vitória. O crime ocorreu na madrugada desta quinta-feira (13). Segundo informações de testemunhas, oito homens encapuzados invadiram a residência e atiraram contra os rapazes, que estavam sentados no sofá da sala.

O duplo homicídio foi registrado por volta de 1h40, segundo consta no registro na Divisão de Homicídios da Polícia Civil. O crime aconteceu no Beco Maria de Lourdes Pereira Duarte. 

As vítimas foram identificadas como Kelton Lipek Spala, de 21 anos, que cursava Engenharia Química, e Luiz Fernando Costa da Silva, de 24 anos. 

Kelton, além de estudar Engenharia, trabalhava à noite, como garçom, para pagar os estudos. Ele morava há um mês no local com o amigo e demonstrava interesse em sair do bairro por conta da violência. Vizinhos disseram que ele era um jovem quieto e que veio de Vila Velha. 

Na ocorrência, foi relatado que os dois rapazes foram assassinados com uma grande quantidade de tiros, principalmente na cabeça. Ao menos 15 tiros foram ouvidos por vizinhos. 

Uma moradora, que não quis se identificar, informou que a maior parte do grupo estava  encapuzada e usando roupas escuras. 

Ela ouviu cochichos altos e, em seguida, escutou quando a porta da casa dos jovens foi arrombada e os bandidos começaram a atirar. 

Na sala, onde o crime ocorreu, foram recolhidas 36 cápsulas, um projétil deflagrado e uma munição de calibre não identificado. 

Após os tiros, moradores correram até uma viatura da Guarda Municipal, que fica na entrada do morro, e avisaram sobre o ocorrido. A Polícia Militar foi acionada, fez buscas na região, mas nenhum suspeito foi localizado.

Investigadores da Polícia Civil acreditam que o alvo dos criminosos seria Luiz Fernando Costa da Silva e que o amigo morreu por estar no mesmo local. Eles investigam se o crime tem relação com o tráfico de drogas. 

A Polícia Civil informou que o caso seguirá sob investigação da Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Vitória. Até o fechamento desta edição, ninguém havia sido detido e também não havia identificação dos autores das execuções.