X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Recepcionista é assassinada enquanto caminhava em Vila Velha

| 12/06/2020 18:46 h | Atualizado em 12/06/2020, 20:13

Uma recepcionista de 26 anos, foi morta com 7 tiros na Rodovia Leste-Oeste, altura do bairro Vale Encantado, em Vila Velha, por volta de 16h40 desta sexta-feira (12). Kamila Ferreira Batista, fazia uma caminhada de rotina no local quando foi atingida pelos disparos.

À Polícia Militar, testemunhas relataram que a vítima seguia sentido Cariacica x Vila Velha na companhia de um amigo quando um veículo de modelo Celta prata passou por eles e de dentro do carro, um suspeito efetuou vários disparos que acertaram a vítima. Dois tiros atingiram a cabeça da recepcionista e o restante outras partes do corpo como antebraço direito, mãos e abdômen.

A recepcionista foi morta com 7 tiros na tarde desta sexta-feira (12).
A recepcionista foi morta com 7 tiros na tarde desta sexta-feira (12). |  Foto: Divulgação

Uma parente de Kamila que esteve no local do crime, não soube informar os motivos que levaram o assassinato da vítima. A familiar relatou que a recepcionista era uma pessoa dedicada ao trabalho e ao filho,cuja idade não foi informada.

De acordo com levantamentos feitos pela PM, Kamila teria passagem por porte e uso de drogas, além de já ter sido presa, mas a família nega.

“Ela era uma pessoa maravilhosa. Batalhadora, corajosa, que fazia de tudo para o filho dela. Nunca foi presa,então, não entendo porque fizeram isso com ela”, contou a familiar que pediu para não ser identificada.

A perícia da Polícia Civil, bem como investigadores do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa( DHPP), estiveram no local. O corpo da recepcionista foi levado para O Departamento Médico Legal (DML), de Vitória onde aguarda ser liberado por familiares.

O caso segue sob investigação da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM) e até o fechamento desta edição nenhum suspeito pelo crime havia sido preso.

Texto atualizado às 20h13*

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS