X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Polícia

Marido agride a própria mulher e é preso em Jardim Camburi

Ele foi autuado por lesão corporal na forma da Lei Maria da Penha


Um crime chamou a atenção de moradores do bairro Jardim Camburi na tarde de domingo (9). Um homem, de 40 anos, que estava alterado, agrediu a própria esposa, 33, dentro do apartamento do casal. 

Vizinhos ouviram os gritos de socorro da mulher e chamaram a polícia. Ao chegarem ao local, os militares foram surpreendidos pelo pedido de ajuda da vítima e ainda tentaram verbalizar com o agressor, pedindo para que ele abrisse a porta do apartamento, o que não foi feito. Diante da negativa do acusado, um dos militares precisou arrombar a porta da residência. 

Advogada é internada após ser atingida por paralelepípedo dentro de carro no ES

Ao entrar no imóvel, a equipe se deparou com a vítima machucada e o marido totalmente alterado. De acordo com a ocorrência policial, ele estava em um dos quartos da casa, afirmando que se jogaria  pela  janela.

Os militares ainda tentaram negociar com ele, mas como o agressor estava bastante alterado, foi necessário o uso de bala de borracha para imobilizá-lo. 

O homem também estava ferido e por isso foi levado para o Hospital Jayme dos Santos Neves, na Serra. 

Nova lei prevê multa de até R$ 4 mil por maus-tratos contra animais no ES

À polícia, a vítima contou que o marido chegou em casa drogado e que teria a agredido durante uma discussão. Ela foi levada ao Plantão Especializado da Mulher (PEM), em Vitória, onde representou contra o companheiro. 

Depois de receber alta, o acusado também foi levado para o PEM, onde foi autuado por lesão corporal na forma da Lei Maria da Penha.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: