search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

O piloto, a governança e o Tribunal de Contas
Tribuna Livre

O piloto, a governança e o Tribunal de Contas

Imagine estar em um voo tranquilo, quando de repente as condições mudam drasticamente e o avião ameaça colapsar. O que se espera do piloto naquele momento? Que ele tome decisões assertivas de maneira a salvar a si e a todos. Nesse momento, você no seu assento do avião deve estar se perguntando se o piloto está recebendo da torre de comando as informações de que necessita para tomar uma decisão assertiva. Mas não é só isso.

Ainda que receba todas as informações e saiba qual decisão tomar, essas só lhe serão úteis se as estruturas, funções e processos do avião estiverem em pleno funcionamento, pois são esses elementos que garantirão que as ações planejadas possam ser executadas de forma a atingir seus objetivos, produzindo os efeitos pretendidos (efetividade) e obtendo o maior benefício possível com a utilização dos recursos disponíveis (economicidade).

Nesse momento de pandemia, o piloto é o gestor. As decisões que são tomadas, ou deixadas de serem tomadas, dizem respeito às políticas públicas adotadas. As estruturas, funções e processos seriam o que chamamos de governança.

Mas como saber, no nosso caso hipotético, se esses aspectos estruturantes possuem qualidades mínimas para que possam aumentar a probabilidade de que resultados previstos sejam alcançados? É preciso avaliá-los. E aí entram em campo os órgãos de controle, como os Tribunais de Contas.

Segundo o “Referencial para Avaliação de Governança em Políticas Públicas do TCU (Tribunal de Contas da União)”, de (2013), a avaliação da governança orienta esforços de controle para aspectos estruturantes que condicionam a intervenção governamental, ao mesmo tempo em que fomenta a criação de um melhor ambiente para o uso dos recursos públicos.

Em razão da crise, principalmente na saúde e na economia, muito tem se falado sobre a importância das políticas públicas e os impactos que decisões delas derivadas têm causado na sociedade.

Sem contar nas muitas vezes em que as ações estatais são acertadas, mas não há estrutura adequada para que aquela decisão de fato seja efetiva o suficiente para mudar a realidade.

Em paralelo a esse cenário, surgem os Tribunais de Contas do século XXI, não medindo esforços para implementar um modelo de fiscalização que privilegia uma atuação concomitante, colaborativa e capaz de avaliar se a política pública está formalmente desenhada, se as responsabilidades dos envolvidos estão claramente definidas, se existem recursos públicos para sua implantação, se há participação social que a legitime, se as ações estão sendo monitoradas e se os postulados da accountability estão sendo assegurados.

Ainda que ocupando lugares diferentes, o fato é que estamos no mesmo voo e a turbulência ora enfrentada afeta a todos. Os recursos que temos para agir são limitados. As decisões pertencem ao piloto, mas as instituições podem contribuir para que as estruturas necessárias estejam em funcionamento e para que possamos pousar em lugar seguro.

Maitê Cardoso Aguiar é auditora de Controle Externo do Tribunal de Contas do Espírito Santo
 

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

Motivação no isolamento torna a rotina menos estressante

Diante de uma pandemia e do isolamento social, pessoas com rotinas agitadas foram de repente obrigadas a desacelerar. Ganharam mais tempo com a família, aumentaram os afazeres de casa, tiveram seus …


Exclusivo
Tribuna Livre

Congresso tem mais funcionários do que 48 municípios do Estado

O Congresso Nacional aprovou e já está em pleno vigor a Lei Complementar nº 173, de 27 de maio de 2020, que trata da ajuda financeira a estados e municípios e estabelece o “Programa Federativo de …


Exclusivo
Tribuna Livre

Desafios da educação após a pandemia do novo coronavírus

Estudos recentes, como em Todos pela Educação (05/2020), mostram que os desafios com que se defrontarão gestores e profissionais da Educação quando do retorno das aulas presenciais são de tal …


Exclusivo
Tribuna Livre

A digitalização dos planos de saúde acelerada pela pandemia

Grandes desafios podem provocar grandes revoluções. A necessidade de superar adversidades leva a humanidade a repensar hábitos e valores e a usar todo o seu potencial de criação. Nestes tempos …


Exclusivo
Tribuna Livre

A importância da Lei da Fauna capixaba em tempos de Covid

Em dezembro de 2019, foi sancionada a Lei Estadual de Proteção à Fauna que, dentre outros assuntos, cuida da prevenção de doenças advindas da relação humana com os animais, alertando sobre o perigo …


Exclusivo
Tribuna Livre

Relacionamentos abusivos mais evidentes durante a pandemia

É significativo o aumento de casos de violência doméstica durante o isolamento social. Mas, infelizmente, a pandemia apenas traz à tona questões já presentes. É num momento de excesso ou modificação …


Exclusivo
Tribuna Livre

Peste, indiferença e luta

Quando a peste resolve sair de seu recôndito esconderijo e assombrar a humanidade, o desespero e a indiferença vêm na bagagem. Desespero porque, por mais pestes e guerras que já tenham havido na …


Exclusivo
Tribuna Livre

Racismo no Brasil não gera a mesma repercussão que nos EUA

Os casos no Brasil ligados a crimes de racismo não geram a mesma repercussão que há nos Estados Unidos e para isso há razões muito específicas que justificam a banalização da violência racial no …


Exclusivo
Tribuna Livre

Quem paga pensão tem o direito de saber como valores são gastos

Alicerçando-se nos princípios constitucionais da proteção integral da criança e do adolescente e da dignidade da pessoa humana, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) modificou entendimento até então …


Exclusivo
Tribuna Livre

Profissões em alta na pandemia influenciam mercado de estágio

A pandemia do coronavírus desestruturou o mercado de trabalho. Além do aumento do desemprego, que subiu para 12,6% no trimestre encerrado em abril deste ano, segundo dados do Instituto Brasileiro de …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados