search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Médicos dão 10 dicas para prevenir AVC

Notícias

Publicidade | Anuncie

Cidades

Médicos dão 10 dicas para prevenir AVC


Mesmo com a alta incidência na população, estudos indicam que 90% dos casos de acidente vascular cerebral (AVC) podem ser evitados. Por isso, médicos apontam 10 formas de se prevenir contra a doença.

Entre elas, uma das mais importantes é a prática de exercícios físicos, tema da campanha do Dia Mundial de Combate ao AVC. A estimativa é que o sedentarismo aumente em 36% o risco da doença.

“Atividade física é muito importante porque, diretamente e indiretamente, ela vai prevenir vários fatores de risco que estão interligados”, destacou a neurologista e coordenadora da área de AVC do Hospital Estadual Central, Rúbia Sfalsini.

Cardiologista Kátia Vasconcellos orienta adotar hábitos alimentares saudáveis (Foto: Divulgação)
Cardiologista Kátia Vasconcellos orienta adotar hábitos alimentares saudáveis (Foto: Divulgação)
A cardiologista Kátia Vasconcellos, da Cardioservice, destacou que mudanças no estilo de vida, por meio da redução do consumo de sal, gorduras e álcool; adoção de hábitos alimentares saudáveis, com ingestão de mais vegetais: frutas, legumes e verduras, podem prevenir um AVC.

Portadores de comorbidades como a hipertensão arterial e arritmias cardíacas têm mais chances de ter um AVC.

“Esses pacientes devem fazer o acompanhamento e controle com o médico, não fumar, e manter os exames de sangue dentro do esperado, ou seja, com níveis aceitáveis de lipídios (gordura)”, alertou a cardiologista.

A presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia - Regional Espírito Santo, Tatiane Emerich, ressaltou que a manutenção de bons hábitos, da pressão arterial controlada e de uma boa noite de sono podem prevenir não só o AVC, como demais doenças cardiovasculares.

“Grande parte dos AVCs poderiam ser evitados. É preciso manter o check-up e consultas de rotina em dia. Tem pessoas que chegam à idade adulta sem nunca ter aferido a pressão arterial”.

Jovens

Apesar de mais comum em idosos, pessoas com menos de 60 anos também podem ser surpreendidas pela doença.

O neurologista e coordenador da Unidade de AVC do Hospital Estadual Central, José Antônio Fiorot Junior, explica que nos jovens esses casos representam 20% dos AVCs, e as causas normalmente são genéticas, com doenças que aumentam as chances de formar trombos no corpo.

Jovens com obesidade, hipertensão e colesterol alto também são mais propensos a terem a doença, segundo a cardiologista Kátia Vasconcellos.
 


AS DICAS


1 - Atividade física regular

  • Segundo médicos, o sedentarismo aumenta em até 36% o risco de um acidente vascular cerebral.
  • Por isso, eles afirmam que a prática de uma atividade física, que pode ser até mesmo uma caminhada, pode reverter esse cenário positivamente.
  • A prática da atividade física tem sido o tema da campanha de combate ao AVC deste ano, devido à preocupação com as pessoas dentro de casa por causa da pandemia do novo coronavírus.

2 - Controle do peso

  • Outro fator de risco para doenças cardiovasculares é o sobrepeso, obesidade e a gordura abdominal, que precisam ser controlados.

3 - Boa alimentação

  • Especialistas alertam para uma alimentação saudável, rica em “comida de verdade”, ou seja, alimentos naturais. Uma orientação é evitar alimentos ultraprocessados.

4 - Diga não ao cigarro

  • O tabagismo é um dos grandes vilões no AVC isquêmico e hemorrágico. Por isso, o uso do cigarro também deve ser evitado.

5 - Evite consumo excessivo de álcool

  • O abuso de bebida alcoólica também está relacionado com o aumento da pressão arterial e de risco da doença.

6 - Gerencie o seu estresse

  • O estresse também entra como um dos fatores, já que pode provocar um aumento da pressão arterial, o que favorece o AVC.
  • Nesse sentido, entre as dicas está aproveitar momentos felizes em família, meditar, fazer atividades que dão prazer, além da espiritualidade.

7 - Pressão arterial sob controle

  • Estima-se que metade dos AVCs estejam ligados à pressão alta. Por isso, conhecer sua pressão arterial e mantê-la sob controle com medicação ou mudança no estilo de vida faz a diferença.

8 - Trate sua diabetes

  • Diabetes e AVC também compartilham uma série de fatores de risco. Manter sob controle a diabetes ajuda a prevenir também o derrame cerebral.

9 - Bons níveis do colesterol

  • Um em cada quatro AVCs está ligado a altos níveis de colesterol ruim (LDL). Por isso, é preciso manter o controle sobre seus níveis, principalmente com uma alimentação adequada, exercícios ou até uso de medicação.

10 - Check-up em dia

  • O acompanhamento médico periódico também deve estar em dia. Com exames e avaliações atualizados, é possível controlar os demais fatores de risco.
Fonte: Médicos consultados.
Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados