search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Medicina baseada em evidência
Doutor João Responde

Medicina baseada em evidência

“Medicina é como amor: nem nunca, nem sempre”. No passado, o médico nem sempre tinha acesso à pesquisa mais recente. Muitas vezes, ele decidia como tratar um paciente, usando apenas sua própria opinião e experiência, além do que aprendeu na faculdade.

Hoje, sabemos que essa não é a melhor forma de se exercer a medicina. Isso porque aquilo que o profissional acha ideal para um paciente, nem sempre é o que a pesquisa demonstra ser o melhor.

Contudo, é bom lembrar que o médico não deve ser apenas um repetidor de procedimentos. Informação sem formação vira deformação.

Em virtude de um enorme influxo de informações de pesquisa, médicos precisam diferenciar os estudos legítimos dos espúrios.

Quando pesquisadores estudam uma determinada doença, eles examinam muitos mais pacientes do que qualquer médico jamais faria. Além disso, o conhecimento clínico muda o tempo todo. Muitas vezes, o que um médico pensava que era a melhor conduta, pode ter modificado e ser considerado nocivo. Medicina é a arte das verdades temporárias.

Somente observando os fatos e julgando-os de forma justa, pode-se descobrir o que uma pesquisa médica realmente diz sobre determinado tratamento. É isso que se chama praticar medicina baseada em evidências.

Às vezes, quando um doente apresenta um quadro raro ou incomum, o médico irá encontrar pouca informação de qualidade. Nesses casos, para decidir o que é o melhor, ele deve dispor de um bom conhecimento de anatomia, fisiologia, patologia e usar esses princípios básicos para tomar decisões. Entretanto, em determinadas situações, o médico terá que confiar em procedimentos de colegas mais experientes.

A medicina baseada em evidências surgiu para minimizar muitos dos erros comuns à antiga prática médica baseada no julgamento pessoal, na opinião de autoridades ou ainda na experiência clínica, sem a devida comprovação científica.

Conhecimento compartilhado é importante, em função do volume crescente de evidências disponíveis, visando orientar as decisões clínicas.

Atualmente, a maioria das informações médicas é rapidamente acessível a partir de computadores e outros dispositivos. Apesar disso, são necessários critérios para selecionar as informações desejadas e encontrar as melhores evidências.

A utilização de acervos atualizados na prática médica vai depender do julgamento e da experiência do profissional.

Como cada paciente é único, com características particulares, a aplicação da evidência deve ser individualizada de acordo com cada caso. Não se trata doenças, mas doentes.

Medicina é ciência temperada com arte. A natureza responde apenas quando é questionada. Além do conhecimento, o médico precisa de intuição e discernimento. Dessa maneira, ideias viram conceitos.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Doutor João Responde

Tranquilizante causa dependência

Algumas pessoas que têm dificuldade para enfrentar as vicissitudes da vida procuram um médico, solicitam receita de um calmante e depois não conseguem mais viver sem ele. Quando a caixa termina, …


Exclusivo
Doutor João Responde

Reações a medicamentos

É muito frequente o uso do vocábulo remédio como sinônimo de medicamento. No entanto, eles não significam a mesma coisa. Remédio é qualquer tipo de cuidado utilizado para tratar doenças, aliviando …


Exclusivo
Doutor João Responde

O desconfortável soluço

O incômodo soluço surge em situações e momentos mais impróprios. Trata-se de uma contração vigorosa e involuntária do diafragma, músculo responsável pela inspiração e que separa o tórax do abdômen. …


Exclusivo
Doutor João Responde

Limitações da telemedicina

A medicina se alimenta de informação. Ausência de dados compromete o diagnóstico e o tratamento. O médico pode utilizar um ambiente virtual para centralizar as informações do paciente, facilitando o …


Exclusivo
Doutor João Responde

Vulnerabilidade a medicamentos

Enquanto o corpo envelhece, o espírito amadurece, pois ninguém é demasiadamente idoso para que não possa nutrir esperança. Vulnerabilidade a medicamentos fragiliza a saúde do paciente geriátrico. …


Exclusivo
Doutor João Responde

Pneumonia silenciosa

Pneumonia é um tipo de inflamação que afeta os pulmões, geralmente relacionada a uma infecção. De modo geral, o quadro começa com alguma gripe que não é bem tratada, fazendo com que a imunidade do …


Exclusivo
Doutor João Responde

As perigosas mutações virais

Buscando harmonizar-se como um todo, ignorando o egoísmo humano, a natureza se recicla. Equivocadamente, o Homo sapiens tenta mudá-la, em vez de se ajustar a ela. A natureza costuma ser lânguida, mas …


Exclusivo
Doutor João Responde

Consolo da falsa ciência

Em tempos de pandemia, alguns medicamentos têm reivindicado status científico, embora careçam de provas ou plausibilidade. A fronteira entre ciência e pseudociência tem implicações religiosas, …


Exclusivo
Doutor João Responde

Predadora célula cancerosa

Para manter-se vivo, o corpo precisa lutar contra tudo aquilo que desequilibra suas funções, inclusive contra si mesmo. Munido de uma poderosa arma antigênica, o organismo protege a vida que mantém …


Exclusivo
Doutor João Responde

Uso de corticoide em Covid-19

Descobriu-se, recentemente, que o esteroide dexametasona diminui a nefasta reação do sistema imunológico contra o coronavírus, aumentando a chance de sobrevivência do paciente grave. Denominada …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados