X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Thiago Braz consegue liminar, disputa o Troféu Brasil, mas fica fora da Olimpíada de Paris-2024


Medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio-2016, Thiago Braz não estará em Paris. Um dos principais nomes do atletismo brasileiro conseguiu uma liminar para disputar o Troféu Brasil, já que estava suspenso por um caso de doping, mas não conseguiu alcançar o índice olímpico no salto com vara. O brasileiro precisava bater, neste sábado, a marca de 5,82m para se classificar, mas conseguiu só um 5,65m.

Suspenso desde julho de 2023, quando foi flagrado em exame antidoping ao testar positivo para ostarina, uma substância que aumenta a massa muscular, Thiago Braz conseguiu na quarta-feira uma liminar da Corte Arbitral do Esporte (CAS) para buscar o índice olímpico. O brasileiro se mostrou motivado com a decisão e exalava confiança de que conseguiria a vaga. No entanto, a empolgação se transformou em frustração neste sábado.

Thiago Braz iniciou a prova precisando superar uma marca de 5,42m. O brasileiro falhou na primeira tentativa, mas passou na segunda. Quando o sarrafo chegou nos 5,55m, já estava aquecido e conseguiu avançar sem dificuldade. No entanto, a pressão começou a aumentar em 5,65m.

Mostrando muita concentração, mas também sinais de ansiedade, Thiago Braz falhou nas duas tentativas iniciais e foi bater a marca apenas no último salto. Com isso, restou apenas a marca de 5,85m para cravar o índice olímpico. O brasileiro, que tem como recorde 6,03m, deu tudo de si na prova, mas acabou errando nas três tentativas e ficando fora da Olimpíada.

O Troféu Brasil termina no domingo, o último dia para obtenção de índices olímpicos. Thiago Braz, no entanto, desperdiçou a sua única chance de estar em Paris.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: