X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Napoli troca de treinador a dois dias de confronto com o Barcelona pela Liga dos Campeões


A dois dias do jogo com o Barcelona, válido pela partida de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões, o Napoli resolveu trocar de treinador. Ao final do treino desta segunda-feira, a diretoria decidiu pela demissão de Walter Mezzari. Para o seu lugar foi escolhido Francesco Calzona.

O novo comandante é também técnico da Eslováquia, mas nunca atuou em clubes. A princípio, ele vai trabalhar no clube e vai seguir o seu projeto à frente da seleção eslovaca. A troca evidencia um período complicado do Napoli, que é o atual campeão italiano, mas faz campanha muito abaixo do esperado nesta temporada (nono colocado no Campeonato Italiano).

Mezzari havia sido contratado para substituir Rudi Garcia em novembro. Com isso, o Napoli passa a ser o primeiro time da Série A a trocar de técnico duas vezes na temporada após conquistar o Scudetto.

Em entrevista ao canal italiano SKY Sport, Aurelio de Laurentis, presidente do clube, comentou o momento delicado que a sua equipe vem atravessando com a troca de comando.

"Mazzarri é um amigo da família e é sempre doloroso demitir um amigo. Agradeci por sua dedicação e também pela sua disponibilidade em vir ajudar-nos num momento difícil para nós. No entanto, você precisa dar algo a mais ao Napoli e aos seus torcedores", afirmou o mandatário.

Calzona, o novo treinador, tem 55 anos, assinou contrato até ao final da temporada e poderá continuar com as suas funções como treinador da Eslováquia.

"Agora temos que dar espaço e apoio a Francesco Calzona, que já trabalhou conosco antes, tanto na época de Sarri quanto com Spalletti, e conhece 80% deste grupo. O tempo nos dirá se esta foi a escolha certa", disse De Laurentiis.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: