Login

Atualize seus dados

Alunos do CEDTEC  vão escolher entre quatro itinerários formativos, em paralelo às disciplinas da base comum
Especial Educação

Ensino médio conectado à prática profissionalizante

Novo formato terá a inserção dos itinerários formativos, que vão possibilitar a escolha do aluno entre áreas de sua maior afinidade

18/10/2021 00:00:00 min. de leitura

Imagem ilustrativa da imagem Ensino médio conectado à prática profissionalizante
Alunos do CEDTEC vão escolher entre quatro itinerários formativos, em paralelo às disciplinas da base comum Foto:
 

Com uma ampla tradição nas mais diversas áreas do ensino técnico, a partir do ano que vem os alunos do ensino médio do Cedtec também poderão vivenciar a aprendizagem em um formato mais prático e conectado com as tendências do mercado de trabalho e do mundo moderno.

Com mais de 35 mil alunos formados em 17 anos, a escola de ensino médio, localizada na Serra, já está se preparando para as mudanças necessárias para a implantação do Novo Ensino Médio, que entrará em vigor no ano que vem em todo o País.

A maior novidade do novo formato de ensino é a inserção dos itinerários formativos, que vão possibilitar a escolha do aluno entre áreas de sua maior afinidade, ao mesmo tempo em que são ofertadas as disciplinas da base curricular comum.

A diretora pedagógica de ensino médio do Cedtec, Rosane Pereira Castilho, explicou que os alunos poderão escolher entre quatro itinerários formativos.

“O novo ensino médio será composto por uma carga horária de 3 mil horas divididas em duas partes. Dessas, 1.800 horas são para trabalhar a formação geral básica, obrigatória. O restante será composto pelos itinerários formativos. A grande diferença é que agora o aluno poderá escolher parte desse currículo”, disse a diretora.

O Cedtec vai ofertar, em 2022, quatro itinerários formativos: Matemática e suas tecnologias, Ciências da natureza e suas tecnologias, Ciências humanas e sociais aplicadas e Formação técnica e profissional. O itinerário de linguagens, por sua vez, estará inserido no conteúdo dos demais.

O novo modelo de ensino médio coloca o Cedtec em total conexão com o projeto de qualquer aluno, uma vez que vai ofertar todos os itinerários, além da opção do itinerário técnico.

“Poucas escolas têm esse know-how de entrar com o conteúdo técnico. Temos uma escola com toda a estrutura técnica, no ensino a distância e no presencial”, disse.

A escola também vai atuar com sua equipe para ajudar o aluno a escolher o itinerário formativo que mais se encaixa em seu perfil.

“Precisamos entender o proces so daquele aluno até chegar ali. Haverá um tempo no início do ano letivo para se realizar a escolha, com atividades, oficinas e testes”, explicou Rosane.

As palavras-chave do Novo Ensino Médio são conexão, projeto de vida, empreendedorismo e interdisciplinaridade"

Rosane Castilho, diretora do Cedtec ,
 
Imagem ilustrativa da imagem Ensino médio conectado à prática profissionalizante
Estudantes em sala de aula Foto:
 

Ferramentas digitais para formação dos jovens

A pandemia e os períodos de suspensão das aulas presenciais trouxeram diversas mudanças ao ensino, mas as escolas que investiram em tecnologia saíra na frente para garantir a continuidade e a qualidade do aprendizado.

Com ampla experiência no ensino a distância por meio dos diversos cursos técnicos, o Cedtec também disponibiliza ferramentas digitais para ajudar na formação dos jovens do ensino médio.

Na escola, o aplicativo Pincel Atômico funciona como uma verdadeira sala de aula virtual, para consultar avaliações, extrato financeiro, fazer simulados e avaliações, assistir videoaulas, conferências e participar dos fóruns.

“A pandemia acelerou aquilo que estava de fato para acontecer, e não é simplesmente pegar o computador, é trabalhar com metodologias ativas”, disse a diretora pedagógica,  Rosane Pereira Castilho. 

“Com nossa plataforma, duas semanas após a suspensão das aulas presenciais os alunos já estavam estudando. Agora, o aluno poderá usar o recurso presencial e de plataformas para que possa estudar mais, com mais autonomia”, explica.

Imagem ilustrativa da imagem Ensino médio conectado à prática profissionalizante
Novo modelo de ensino médio entra em vigor no ano que vem aumentando o número de horas anuais Foto:
 

Entenda o novo ensino médio

Novo currículo escolar

  • O novo modelo de ensino médio, aprovado por lei federal em 2017 e que começa a ser implementado em 2022, traz uma nova organização curricular e a ampliação da carga horária mínima das atuais 800 horas para 1.000 horas anuais.

Itinerários formativos

  • O modelo contempla as aprendizagens essenciais e comuns a todos os jovens e a oferta de diferentes possibilidades de escolha aos estudantes a partir dos itinerários formativos, a maior novidade em relação ao Novo Ensino Médio.

Até cinco itinerários

  • O Novo Ensino Médio poderá ofertar até cinco itinerários formativos que possibilitarão que o estudante  escolha em qual área quer aprofundar seus conhecimentos. 
  • As escolas terão autonomia para definir os itinerários ofertados.
Imagem ilustrativa da imagem Ensino médio conectado à prática profissionalizante
Itinerário: Ciências da natureza Foto:
 

Ensino técnico

  • Com a experiência do ensino técnico, o aluno do Cedtec que optar pelo itinerário técnico terá a oportunidade de sair do ensino formado também em uma especialidade técnica.

Itinerários ofertados

  • Linguagens e suas tecnologias: o itinerário contempla áreas relacionadas à Língua Portuguesa, Literatura e Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol). Inclui também Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação.
  • Matemática e suas tecnologias: o itinerário envolve temas como sistema numérico, lógica, medidas e outros ligados à matemática. 
  • Ciências da natureza e suas tecnologias:   englobam as disciplinas Biologia, Física e Química. Podem abranger ainda geologia e astronomia.
  • Ciências humanas e sociais aplicadas: itinerário formado pelas áreas de História, Geografia, Sociologia e Filosofia.

Formação técnica e profissional

  • Ao final do ensino médio o aluno receberá além do certificado do ensino médio regular também o certificado do curso técnico ou profissionalizante que cursou, conforme sua escolha do itinerário técnico.
Imagem ilustrativa da imagem Ensino médio conectado à prática profissionalizante
Ciências humanas e sociais Foto:
 

Sobre o Cedtec

  • No estado, as unidades presenciais do Cedtec estão na Serra (ensino médio), Cariacica e Guarapari.
  • São mais de 300 opções de cursos, além do ensino médio, com 35 mil alunos formados em 17 anos.
  • Os alunos podem cursar o ensino médio e se preparar para os desafios do Enem e dos vestibulares, cursar o profissionalizante, que contempla os cursos técnicos para ingressar no mercado de trabalho ou os dois ao mesmo tempo, realizando os dois projetos em três anos.
  • Site: www.cedtec.com.br