Login

Atualize seus dados

A oftalmopediatra Claudia Maestri destacou a importância de se fazer exames de rotina nas crianças
Especial Educação

Diagnóstico para evitar cegueira

Exames realizados por um oftalmopediatra, desde as primeiras semanas de vida, são fundamentais para detectar doenças

18/10/2021 00:00:00 min. de leitura

Imagem ilustrativa da imagem Diagnóstico para evitar cegueira
A oftalmopediatra Claudia Maestri destacou a importância de se fazer exames de rotina nas crianças Foto:
 

Poucas pessoas sabem, mas a visão da criança só fica madura aos 10 anos de idade. Até lá, muitas doenças podem não ser percebidas pelos pais e só encontradas em exames específicos feitos por especialistas, como o oftalmopediatra.

“Para um diagnóstico completo da visão do seu filho, é preciso dilatar a pupila desde o primeiro mês de vida. Assim é possível detectar qualquer doença que está no fundo de olho, como má-formações, e ainda prevenir uma cegueira”, alerta a oftalmopediatra Claudia Maestri.

Por isso, é importante que cada etapa da vida da criança seja acompanhada pelo especialista. “Num mapeamento de retina, por exemplo, podemos detectar uma inflamação ocular, um descolamento de retina e até tumores causando a baixa visão.”

O primeiro exame é feito no consultório com 4 a 6 semanas de vida com o oftalmopediatra, onde se faz a dilatação das pupilas e avalia-se todo o fundo de olho. Em recém-nascidos prematuros, o exame deve ser feito ainda na maternidade. Nova consulta deve ser feita aos seis meses de vida, depois com um ano e depois com um ano e meio.

“É no período de um ano e meio aos três anos que mais aparece o câncer ocular infantil e nesse exame já é possível detectá-lo. Por isso, o diagnóstico rápido e precoce salva vidas. A prevenção é o caminho que venho fazendo há 20 anos”, explica Claudia Maestri, que criou o projeto “Eye Prevent for Kids” – programa de prevenção ocular composto por vários exames até os 10 anos de idade.

“Chamamos carinhosamente de exames do olhinho, nos recém-nascidos, e os exames do baixinho, que é um acompanhamento anual até a criança completar 10 anos”.

No projeto “Eye Prevent for Kids” foi criado o Dia da Saúde do Olhinho, que atende crianças de comunidades carentes. Porém, nos últimos dois anos, não foi possível realizar devido a pandemia.

Fique atento

Importância do exame periódico

Alerta

Os pais devem ficar atentos às datas dos exames de rotina, pois a doença ocular pode ser silenciosa e só ser percebida pelos pais quando a criança já estiver em idade escolar, precisando usar óculos. 

Clínica Claudia Maestri está localizada em Jardim Camburi e faz 20 tipos diferentes de exames oculares, entre eles a Biomicroscopia Ultra-Sônica (UBM). 

A médica também faz cirurgias de glaucoma e catarata infantil.