search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Esgoto dentro de casa por uso incorreto da rede
.

Esgoto dentro de casa por uso incorreto da rede


Tubulações de esgoto levam o resíduo coletado à estaçãoTubulações de esgoto levam o resíduo coletado à estação

Verão é sinônimo de sol e calor, mas também de chuvas fortes, que podem repercutir diretamente no funcionamento adequado da rede de esgoto, dependendo de como o sistema é utilizado. O ponto essencial é a separação das redes de esgoto e pluvial como previsto em normas de engenharia.

As tubulações das redes de esgoto são implantadas para coletar resíduos líquidos das residências em menor quantidade. Já os tubos das redes pluviais existem com a finalidade de coletar as águas das chuvas e recebem uma quantidade muito maior de água.

“Como o esgoto necessita ser tratado antes de ser devolvido ao meio ambiente e a água das chuvas não requer tratamento, estes dois tipos diferentes de água devem ser coletados e destinados para redes e sistemas diferentes. Para água de esgoto, que possui resíduos do vaso sanitário, chuveiro, pias e tanque, o sistema de tubos das casas deve ser destinado ou ligado na rede coletora de esgoto. Já a água da chuva, que possui basicamente as águas que são coletadas pelos telhados e áreas pavimentadas dos imóveis, o sistema de tubos das casas deve ser destinado ou ligado na rede de drenagem”, afirma o presidente das unidades de PPP Ambiental Serra, Vila Velha e Cariacica, Justino Brunelli.

No caso da rua não ter sistema de drenagem de águas pluviais, a tubulação do imóvel deve ser lançada na via pública, mas nunca destinado à rede coletora de esgoto.

“Conectar o imóvel à rede de esgoto da Cesan é uma atitude responsável em favor da saúde e do bem comum. As redes de esgoto são preparadas para receber, enviar para tratamento e devolver para a natureza água limpa, por isso, é tão importante estar conectado à rede. Além disso, evita-se transtornos sociais, como o extravasamento de esgoto em imóveis e vias públicas, que causam danos à saúde e ao meio ambiente”, reforça o diretor presidente da Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan), Carlos Aurélio Linhalis (Cael).

Não jogar lixo no vaso sanitário, nem óleo de fritura na pia são dois exemplos. É importante também verificar se ralos e calhas enviam a água de chuva para a galeria pluvial. Caso elas estejam conectadas à rede de esgoto, podem fazer com que os rejeitos voltem para dentro do domicílio.

Faça a sua parte

  • Se há rede de esgoto disponível, faça sua ligação. Ligue para o telefone 115 a qualquer hora do dia ou da noite. A chamada é gratuita.
  • Antes de lavar a louça, limpe as sobras de comida e jogue no lixo.
  • Não descarte no vaso sanitário bitucas de cigarro, fio dental, absorventes e outros.
  • Óleo de fritura descartado na tubulação endurece e facilita que outros resíduos “grudem” na rede, gerando obstrução. O correto é colocar o óleo usado em garrafas de plástico e entregá-lo para reciclagem. Há um projeto da Ambiental Serra, parceira público-privada da Cesan, para a troca de óleo usado por litros de detergente.