X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Você sabe a diferença entre os termos “afora” e “a fora”?

| 30/05/2020 08:49 h

Imagem ilustrativa da imagem Você sabe a diferença entre os termos “afora” e “a fora”?
No calendário gramatical desta semana, para que não se cometam “pecados da língua”, as 7 dicas de português voltam-se ao estudo dos seguintes temas: 1. Regência verbal. 2. Ortografia. 3. Emprego de pronome. 4. Flexão verbal. 5. Ambiguidade.

31/05 (DOMINGO): Dia do Comissário de Voo. Vejam-se duas construções possíveis para o verbo “avisar”: Quem avisa, avisa alguém de alguma coisa. 2. Quem avisa, avisa alguma coisa a alguém. (Exemplos: 1. O comissário de voo avisou os passageiros dos procedimentos de segurança. 2. O comissário de voo avisou os procedimentos de segurança aos passageiros.).

01/06 (SEGUNDA-FEIRA): Dia da Imprensa. O termo “afora” tem estes sentidos: à exceção de; para o lado de fora; além de (Exemplos: 1. Todos participaram da reunião, afora o editor-chefe do jornal. 2. João jogou o jornal pela janela afora.). Em “a fora” (separadamente), essa expressão existe em oposição a “dentro” e em “de fora a fora” (Exemplo: Percorreu a casa de dentro a fora.).

02/06 (TERÇA-FEIRA): Dia da Prostituta. A interjeição “hein” sugere “espanto” e “indignação” (Exemplo: A prostituta disse ao cliente: Hein? Como assim?). Com grafia diferente e mesmo sentido, há a forma “hem”, com “m” no fim (Exemplo: A prostituta disse ao cliente: Hem? Isso mesmo?). No dia a dia, é comum dizer esta frase: “Eu, hein!” (ou “Eu, hem!).

03/06 (QUARTA-FEIRA): Dia do Escrevente de Cartório. Com a sílaba inicial “cép”, a palavra “céptico” (ou “cético”) significa “adepto do cepticismo, o que duvida de tudo” (Exemplo: O escrevente do cartório sempre foi uma pessoa céptica/cética.). Com a sílaba inicial “sép”, o vocábulo “séptico” quer dizer “o que causa infecção” (Exemplo: Desconfiaram do material séptico.).

04/06 (QUINTA-FEIRA): Dia da Família na Escola. Quem conhece, conhece alguém ou alguma coisa. Por esse motivo, o verbo “conhecer” rejeita o pronome “lhe(s)”. No lugar dele, podem-se empregar os pronomes “o(s)” e “a(s)” (Exemplos: O pai de João conheceu o professor de seu filho. Erro: O pai de João conheceu-lhe. Correção: O pai de João conheceu-o.).

05/06 (SEXTA-FEIRA): Dia da Reciclagem. Geralmente, há dúvidas na flexão de alguns verbos. O verbo “consumir”, por exemplo, segue a mesma conjugação de “sumir”. Vejam-se algumas flexões deles: sumo/consumo, some/consome, sumimos/consumimos e somem/consomem (Exemplos: 1. Se possível, consuma produtos reciclados. 2. Não suma com os produtos reciclados.).

06/06 (SÁBADO): Dia do Decorador. Texto ambíguo é texto com duplo sentido (Há situações em que é possível identificar 3 sentidos.). Que se fique muito atento, pois a ambiguidade pode passar despercebida (não notada). Leia-se este trecho: O porteiro deve trabalhar no próximo sábado. Nesse caso, ele “tem de” de trabalhar no sábado ou “é possível” que ele trabalhe no sábado?

J. JERRY TONONI é professor com notório saber, palestrante e consultor em texto administrativo/ empresarial, jurídico e acadêmico.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS