X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Universidade decide suspender aulas online e estudantes reclamam

| 18/03/2021 18:41 h

Nesta terça-feira (16) Governo do Estado decretou quarentena de 14 dias em todos os munícipios capixabas a partir desta quinta-feira (18) e entre as medidas de restrição está a suspensão de aulas presenciais em todos os níveis da educação.

UVV:  20% dos alunos  presentes
UVV: 20% dos alunos presentes |  Foto: Divulgação
Seguindo o decreto, as instituições de ensino superior decidiram suspender aulas presenciais, migrando para o modelo de ensino à distância (EAD), com aulas on-line em tempo real.

No entanto, a Universidade de Vila Velha decidiu adiantar as férias de julho e suspender as aulas presenciais e on-line.

"Atendendo às orientações do Governo do Estado do Espírito Santo para combate ao Covid-19, a Universidade Vila Velha – UVV comunica que as aulas presenciais estarão suspensas durante 14 dias. Para que não haja prejuízo ao ano letivo, durante este período, seriam adiantados as férias de julho", disse a instituição por meio de nota.

A decisão da universidade gerou repercussão entre estudantes, que reclamaram da medida nas redes sociais.

"Por que não permitir que os professores deem aulas remotas de duas casas? O objetivo das aulas remotas é justamente não suspender completamente as aulas", questionou uma estudante.

"O professor não pode dar aula em casa? Vocês não vão cobrar a mensalidade então né? Professor pode dar aula em casa como foi no ano passado. Agora já estamos no prejuízo e inventam mais essa", comentou uma estudante.

Outras instituições

Instituições de ensino superior da Grande Vitória decidiram suspender as aulas presenciais e migraram para o modelo EAD.

O Centro Universitário Salesiano (UniSales) informou que "substituirá as aulas presenciais a partir de 18 de março de 2021 por aulas no formato on-line ao vivo".

Enquanto a Faesa informou que vai "continuar suas aulas no meio digital durante a nova quarentena".

A Pio XII também seguirá a medida do decreto, suspendendo as aulas presenciais e migrando e ensino para o modelo virtual.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS