Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Sexo & Saúde

Sexo & Saúde

Colunista

Outubro Rosa: a propósito, seus exames estão em dia?

| 04/10/2020, 07:44 07:44 h | Atualizado em 04/10/2020, 07:48

Então é outubro e, junto com este mês, vem a campanha conhecida mundialmente como “Outubro Rosa”. A causa é linda e nobre, afinal, é tempo de conscientização das mulheres para a prevenção do câncer de mama e do colo do útero. Para dar mais força ao tema, toda cidade fica com a cor dessa campanha que ajuda a todas de forma leve e colorida. E, é claro, eu não poderia ficar de fora dessa! 

Só para vocês saberem um pouquinho, essa campanha teve início nos Estados Unidos em 1990. No Brasil, o movimento começou apenas em 2002.

No início, as cidades eram enfeitadas com laços rosa. Em seguida, foram desenvolvidas outras atividades, como corridas e desfiles com pacientes curadas do câncer de mama, e pessoas engajadas na causa.

Atualmente, prédios públicos e pontos turísticos são iluminados com a cor rosa no mundo todo, das mais criativas formas, em diversos setores da sociedade.  

Apesar do aperfeiçoamento da campanha a cada ano, o objetivo continua o mesmo, ou seja, estimular as mulheres a realizarem os exames preventivos, seja o teste de Papanicolau, que detecta o câncer do colo do útero, ou a mamografia, que consegue identificar nódulos nas mamas.

A chance de cura da doença quando é diagnosticada precocemente é enorme. Para você ter uma ideia, no caso do câncer de mama esse número chega a 95%.

Viu como é fundamental manter em dia seus exames preventivos? Olha, sei que você pode ficar nervosa no primeiro momento, mas é importante.

O Papanicolau deve ser feito anualmente por mulheres sexualmente ativas ou com mais de 25 anos.

Já a mamografia deve ser feita a partir dos 40 anos, também anualmente.

Caso você tenha casos da doença na família, deve começar a se cuidar mais cedo, aos 35.

É muito importante também ficar atenta aos sinais de alerta. São eles:

— Alterações suspeitas em exames de imagem, nódulos e alterações mesmo que benignas, devem ser acompanhadas de perto.
— Caroços ou nódulos no seio: este sintoma é comum e pode não ser a doença, mas é importante examinar e fazer exames para descobrir o motivo do aparecimento.
— Afundamento do mamilo
— Secreção feita de sangue ou líquido diferente na mama.
— Ferida nos seios: se uma lesão aparecer e não curar, o ideal é descobrir o que pode ser.

Outros sintomas que podem aparecer são vermelhidão, coceira excessiva, mudança no formato da mama, assimetria entre os seios, endurecimento da mama, nódulos na axila, entre outros.

Então previna-se! Essa é a melhor forma de cuidar da sua saúde. Aproveite e agende uma consulta com seu ginecologista, veja se está em dia com seus exames e, se tiver precisando, atualize.

Se precisar de ajuda, pode contar comigo. Estou sempre respondendo a dúvidas na minha rede social @lorenabaldotto. 

MATÉRIAS RELACIONADAS