Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Mundo Digital

Mundo Digital

Colunista

Eduardo Pinheiro

Como os idosos podem se proteger dos golpistas

É preciso saber como os golpes ocorrem para identificá-los quando batem a sua porta

Eduardo Pinheiro | 19/06/2023, 14:47 14:47 h | Atualizado em 19/06/2023, 14:48

Imagem ilustrativa da imagem Como os idosos podem se proteger dos golpistas
Eduardo Pinheiro é consultor de tecnologia da informação |  Foto: Arquivo AT

Os idosos têm se tornado o alvo preferido dos golpistas, em primeiro lugar, porque fazem parte da faixa etária que mais cresce no país. Segundo dados divulgados pelo IBGE, os idosos, a partir dos 60 anos de idade, já representam 15% da população brasileira, só perdem, por enquanto, para a faixa etária dos 30 aos 39 anos. 

O outro motivo é a desinformação. Apesar de utilizarem amplamente os recursos da tecnologia da informação, como smartphones, redes sociais e internet, ainda é baixa a conscientização a respeito da forma como ocorrem os golpes modernos.

Leia mais sobre Mundo Digital aqui

Então vamos informar, nesta coluna, como são praticados os principais golpes voltados para a população de idosos e como se proteger deles.

Golpe do Previdência: Nesse tipo de golpe, os criminosos enviam e-mails, mensagens ou fazem ligações fingindo ser funcionários do INSS, para obter informações pessoais e financeiras dos idosos.

Fraudes em compras on-line: Os idosos podem ser alvo de golpistas que criam sites falsos de compras on-line ou anúncios enganosos, para obter os dados bancários ou receber pagamentos, sem entregar os produtos. Pacotes de viagens é uma das armadilhas mais utilizadas.

Golpes amorosos: Os golpistas criam perfis falsos em redes sociais ou sites de relacionamento, estabelecem um envolvimento amoroso falso com o objetivo de obter dinheiro dos idosos, geralmente, por meio de histórias tristes ou emergências financeiras fictícias.

Funcionário do banco: Os idosos podem receber ligações supostamente do banco em que  são correntistas, para relatar possíveis transferências indevidas de dinheiro em sua conta. O idoso se apavora e costuma aceitar a ajuda oferecida pelo suposto funcionário do banco. 

Assim, os golpistas orientam a vítima a instalar um aplicativo de segurança que, na verdade, é um programa espião que irá capturar os dados bancários da conta do idoso.

Golpes de empréstimos e investimentos: Criminosos podem abordar idosos com propostas de empréstimos ou investimentos falsos, prometendo altos retornos ou taxas de juros baixas, mas, na realidade, buscam apenas roubar dados pessoais e bancários.

Esses golpes possuem algumas variantes mas, em todos o único propósito dos criminosos é manipular a vítima, pois utilizam engenharia social para obter vantagem financeira.

A boa notícia é que é sim, perfeitamente possível, se blindar contra esses golpes. Estando bem informado e sabendo como eles ocorrem é a melhor forma de se proteger.

Essa busca pela informação tem que fazer parte do dia a dia das pessoas. Precisamos ficar bem atentos a todas as matérias e reportagens que abordam ações criminosas do cotidiano. 

Afinal de contas, não precisamos mais sair nas ruas para nos tornarmos vítimas de golpistas. 

De dentro de casa mesmo, por meio de um smartphone ou pelo telefone podemos cair em um golpe, se não estivermos bem informados. 

Eduardo Pinheiro é consultor de tecnologia da informação

Leia mais

O golpe do leão da Receita Federal ataca novamente

Descubra as maravilhas da casa inteligente

Melhores opções para aprender inglês gratuito na internet

Seu limite gratuito de 15 matérias bloqueadas acabou...
Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos:
Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

SUGERIMOS PARA VOCÊ: