search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Cliente não aceita usar máscara, saca arma e ameaça funcionário de shopping em Vitória

Notícias

Publicidade | Anuncie

Polícia

Cliente não aceita usar máscara, saca arma e ameaça funcionário de shopping em Vitória


 (Foto: Kadidja Fernandes / AT) (Foto: Kadidja Fernandes / AT)

O funcionário de uma loja, que fica em um shopping na Enseada do Suá, em Vitória, passou por momentos de desespero enquanto trabalhava. Ele foi ameaçado com uma arma de fogo após pedir que um cliente usasse a máscara de proteção contra a Covid-19. 

O caso aconteceu na noite da última terça-feira (8), quase na hora de fechar o estabelecimento, mas, segundo a Polícia Civil, a vítima só registrou o caso na delegacia nesta quarta-feira (9). Na 1ª Delegacia Regional de Vitória, o rapaz contou aos policiais que, junto a outro funcionário, pediu que o homem colocasse a proteção facial, mas ele disse que não colocaria.

O cliente chegou a dizer que usaria a máscara se quisesse, porque os dois não sabiam com quem estavam falando. De acordo com a vítima, o homem teria sacado a arma após essa fala, por achar que ele e o colega estavam debochando dele. 

"(Ele) registrou um boletim de ocorrência por ameaça, manifestando o desejo de representar criminalmente contra o suspeito. O caso seguirá sob apuração da Polícia Civil", diz a nota da polícia enviada à reportagem.

O funcionário ainda relatou aos policiais que descobriu que o cliente trabalha como psicólogo, mas a Polícia Civil não informou se ele já foi encontrado. 

Procurado pelo Tribuna Online, o shopping informou, por meio de nota, que já tomou conhecimento do caso e que repudia este tipo de atitude. O estabelecimento comercial também afirmou que vai prestar total apoio ao lojista, "no que for necessário". 

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.